Calendário 22/10/2010 - 00:00

O ótimo início do técnico Paulo César Carpegiani deixou a diretoria, torcida e jogadores do São Paulo empolgados. Após três jogos, o treinador ainda está 100%. Desempenho que não é surpresa para quem já trabalhou com ele. E não se trata de qualquer jogador. Raí, considerado um dos grandes ídolos da história do clube, trabalhou com Carpegiani em 1999.


Na primeira passagem do comandante pelo Tricolor Paulista, o ex-camisa 10 era um dos homens de confiança de Carpegiani. Juntos, eles estiveram em campo em 36 oportunidades. Neste período, Raí marcou sete gols. Naquele ano, a dupla levou o São Paulo ao terceiro lugar do Brasileirão.


Confira: [Fotos] Raí comanda grande festa no Morumbi


“O Carpegiani já tinha sido um atleta diferenciado, com muita visão de jogo. Trabalhei com ele em 99 e já mostrava muito talento também como treinador. Ele sabe administrar um grupo. Em pouco tempo, já está com o elenco nas mãos. Agora ele está mais maduro e eu faço uma avaliação ótima neste começo. Espero que possa continuar assim”, elogiou Raí.


Com a chegada de Carpegiani, o São Paulo recuperou o bom futebol e voltou a brigar pelas primeiras colocações no Campeonato Brasileiro. Com 44 pontos, o clube do Morumbi está na nona colocação e a dois pontos da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2011. Faltando oito rodadas para o término do torneio, Raí acredita na vaga são-paulina.


“Por tudo que o São Paulo passou, eu ficaria muito feliz com esta vaga na Libertadores. Está na briga e será emocionante até o fim, pois o campeonato está muito equilibrado. Estou na torcida para o São Paulo beliscar esta vaga”, concluiu Raí, que conquistou o bicampeonato da Libertadores em 1992 e 1993.


Compartilhe esse conteúdo

Deixe seu comentário