São Paulo F.C



Volpi treina com bolas diferentes para simular efeitos da altitude

No ritmo para a estreia na Libertadores, goleiros adaptaram a atividade de olho no confronto com o Binacional em Juliaca

Já no ritmo para a estreia na Copa Libertadores de 2020 diante do Binacional, na altitude de 3825 metros de Juliaca (PER), o goleiro Tiago Volpi teve uma atividade adaptada nesta terça-feira (3) no CT da Barra Funda: treinou com diferentes tipos de bola, como as de vôlei, que minimamente simularam os efeitos da altitude.

O trabalho foi desenvolvido pelos preparadores de goleiros Marco Antônio Trocourt e Octávio Ohl, que também promoveram o exercício com os arqueiros Lucas Perri, Junior e Thiago Couto.

Como a altitude deixa a bola mais leve e mais rápida, a comissão técnica substituiu as bolas de futebol pelas bolas de vôlei, que são mais velozes nas finalizações e produzem efeitos da baixa resistência do ar, como possíveis mudanças de trajetória.

Enquanto isso, no campo ao lado, o técnico Fernando Diniz deu sequência aos preparativos no time para o confronto da próxima quinta-feira (5), às 21h (de Brasília), no Estádio Guillermo Briceño, válido pela rodada de abertura do Grupo D, que ainda conta com River Plate (ARG) e LDU (EQU).

Depois, com os goleiros integrados ao treino coletivo, o treinador comandou um tático nesta manhã. Por fim, um complemento com finalizações frontais fechou mais um dia de trabalho na capital paulista antes da estreia.