São Paulo F.C



Rogério Ceni: América do Sul e Japão premiados

Goleiro são-paulino, que tem 100 gols na carreira, deixou sua marca pelo mundo

a9303.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net - Rubens Chiri/saopaulofc.net - Rogério Ceni deixou sua marca pelo mundo

O goleiro Rogério Ceni não deixou apenas os torcedores brasileiros satisfeitos ao longo de seus 100 gols. Nesta trajetória, o goleiro são-paulino também levou sua marca para fora do Brasil. Quatro países tiveram o prazer de presenciar um gol do principal goleiro-artilheiro da história do futebol.

O Peru foi o primeiro. Em 2004, o camisa 1, inclusive, marcou seu primeiro gol na Copa Libertadores. Naquele ano, Rogério Ceni fez um na vitória são-paulina sobre o Alianza Lima, no estádio Nacional. Leão Butrón era o goleiro do time peruano. Gol que faz parte dos 11 marcados por ele no torneio continental, mantendo Ceni como principal artilheiro da história do clube na competição.

Um ano depois, talvez um dos gols mais importantes de sua carreira. A julgar pela competição. No Mundial de Clubes de 2005, o goleiro são-paulino marcou no triunfo por 3 a 2 sobre o Al-Ittihad. Na sequência, o Tricolor passou à final e bateu o Liverpool. Rogério seria eleito o melhor jogador do torneio. Feito que engrandeceu ainda mais sua carreira.

A fase artilheira do goleiro também deu um pulo no México. Na Libertadores de 2006, o camisa 1 garantiu a vitória sobre o Chivas por 1 a 0, em partida válida pelo jogo de ida das semifinais. Por fim, a Colômbia entrou para a lista de Rogério. No ano passado, na derrota para o Once Caldas por 2 a 1, em Manizales, ele fez o único gol tricolor no jogo.