São Paulo F.C



Lesão tira Luis Fabiano de duelo com o Goiás

Camisa 9, que já iniciou a fisioterapia, perderá parte das férias para se recuperar da lesão no joelho direto

2878.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

O atacante Luis Fabiano, que se despediu da torcida são-paulina no último final de semana, no Morumbi, não poderá defender o time na rodada de encerramento do Campeonato Brasileiro. Com uma lesão no ligamento colateral medial do joelho direito, o Fabuloso já está entregue aos cuidados do Departamento Médico e, dessa forma, não reforçará o Tricolor no confronto com o Goiás no próximo domingo (6), às 17h (de Brasília), no Serra Dourada.

Durante a emocionante vitória sobre o Figueirense (3 x 2) no último sábado (28), o camisa 9 sofreu a lesão, mas permaneceu em campo para ajudar os companheiros no heroico triunfo que manteve o clube no G-4. Com dores, o jogador se reapresentou antes mesmo do elenco nesta terça-feira (1º de dezembro), no Centro de Treinamento da Barra Funda, e iniciou a sua recuperação com os profissionais do REFFIS.

Além de desfalcar o São Paulo no embate com os goianos, o Fabuloso perderá parte das férias para se recuperar da lesão, já que a programação do Departamento Médico prevê que o atleta mantenha os exercícios fisioterápicos. Ao lado do capitão Rogério Ceni (ruptura do ligamento tíbio-fibular do pé direito) e dos zagueiros Breno (artroscopia no joelho direito) e Luiz Eduardo (artroscopia no joelho esquerdo), o centroavante trabalhará em período integral (manhã e tarde) no REFFIS.

"O Luis Fabiano tem uma lesão no ligamento colateral medial do joelho direito. Assim, vai ficar conosco umas duas semanas, aproximadamente. Não é uma lesão grave, mas leva um tempo para recuperar. Tem de esperar cicatrizar e depois fortalecer a região lesionada", explicou o médico do São Paulo, Doutor José Sanchez.

Vale lembrar que o contrato do terceiro maior artilheiro na história do São Paulo, com 212 gols, se encerra no final da temporada. O atacante foi artilheiro da equipe, em casa, em cinco temporada: 2001 (14 gols em 20 jogos), 2003 (25 gols em 29 jogos), 2012 (22 gols em 22 jogos), 2013 (12 gols em 28 jogos) e 2014 (15 gols em 23 jogos). Assim, tornou-se o segundo são-paulino mais vezes artilheiro do clube no Morumbi, somente atrás de Serginho Chulapa (sete).

Boa recuperação, Fabuloso!