São Paulo F.C



Marcas que motivam ainda mais os artilheiros

Diante do Atlético-MG, Pato completará 100 jogos pelo Tricolor, enquanto o Fabuloso defenderá o clube pela 350ª vez

6957.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Quando a bola rolar na próxima quinta-feira (19), às 22h (de Brasília), no Morumbi, os atacantes Alexandre Pato e Luis Fabiano atingirão mais uma significativa marca pelo Tricolor: o camisa 11 completará 100 jogos pelo clube, enquanto o Fabuloso defenderá o São Paulo pela 350ª vez. Além da coincidência pelos feitos, a dupla tem outro importante fator em comum: a facilidade para balançar as redes.

Com 26 gols, Pato é o artilheiro da equipe são-paulina na temporada 2015. Já o camisa 9, que balançou as redes três vezes nas últimas três partidas que disputou no Campeonato Brasileiro - Vasco (2 x 2), Sport (3 x 0) e Cruzeiro (1 x 2) -, é o terceiro maior goleador do Tricolor com 210 gols, superado apenas por Gino Orlando (233) e Serginho Chulapa (242).

Somando todas as suas passagens pelo clube, nos 349 jogos, Luis Fabiano acumula 184 vitórias, 69 empates e 96 derrotas. Já Alexandre Pato, contratado no início de 2014, detém 51 vitórias, 17 empates e 31 derrotas, em 99 partidas. Neste período, o jogador anotou 38 tentos, sendo 26 este ano ao registrar a sua temporada mais efetiva, superando 2008/09, quando defendia o Milan-ITA e balançou as redes 18 vezes.

E que nesta quinta, diante do Atlético-MG pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro - em confronto que marcará o retorno da competição nacional após a pausa para os compromissos da Seleção nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 -, a dupla consiga reconduzir o São Paulo à zona que garante um lugar na Libertadores da América de 2016. Com 53 pontos, o time ocupa a quinta colocação e segue perto do G-4 - o Santos, que está no quarto lugar, detém 54 pontos ganhos.

No confronto com os atleticanos no primeiro turno da competição, no Mineirão, Pato marcou o gol solitário da equipe são-paulina na derrota por 3 a 1. Já o Fabuloso, com quatro gols em 11 partidas contra os mineiros, é o maior goleador tricolor no confronto - ao lado de Marcelinho Paraíba.