São Paulo F.C



Imprensa internacional se rende ao Verdugo

Pedro Rocha, que completaria 71 anos de idade nesta terça-feira (3), faleceu na noite de segunda (2), em São Paulo

pablo forlan, samuel, toninho guerreiro e pedro rocha.jpg

Por Arquivo Histórico / saopaulofc.net

Um dos grandes nomes da história do Tricolor, o ex-meio-campista Pedro Rocha faleceu na noite da última segunda-feira (2), em São Paulo, e deixou saudades na torcida são-paulina. Único jogador uruguaio a disputar quatro Copas do Mundo (de 1962 a 1974), o eterno craque do São Paulo lutava contra um mal que afeta os seus movimentos e completaria 71 anos de idade nesta terça-feira (3). 

E os jornais de todo o mundo fizeram questão de elogiar e enaltecer o Vergudo, apelido que recebeu porque "matava" os adversários com a sua categoria, seu chute fortíssimo, suas cabeçadas arrasadoras e sua visão de jogo. Um dos maiores jornais do Uruguai, o "El País" foi o que mais deu espaço para a notícia, colocando-a com bom espaço na capa de sua versão digital. O título da reportagem é uma espécie de homenagem: "O exquisito", algo como "O requintado", em alusão ao modo como jogava o ex-são-paulino.

Assim como o Tricolor, em seu site oficial, o Peñarol-URU também homenageou o ex-meia. Pedro Rocha atuou no clube celeste de 1959 a 1970 e conquistou oito Campeonatos Uruguaios (1959, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967 e 1968), três Libertadores da América (1960, 1961 e 1966) e dois Mundiais de Clubes (1961 e 1966).

O Sporting, de Portugal, que foi comandado por Verdugo, emitiu uma nota lamentando o falecimento do uruguaio, que encantou até mesmo o Rei do Futebol, Pelé. Além do clube português, a imprensa europeia também deu destaque ao eterno craque do São Paulo, que atuou em 393 jogos e balançou as redes 119 vezes. Nesse período, conquistou os Campeonatos Brasileiros (1977) e Paulistas (1971 e 1975).

O jornal italiano Gazzetta dello Sport, por exemplo, citou Pelé para citar o ex-camisa 10 são-paulino. "Para Pelé foi um dos cinco melhores atacantes da história. Ele participou de quatro da Copas do Mundo. Marcou gols em 52 jogos pela Seleção de seu país", escreveu. Assim como o diário da Itália, o Marca, da Espanha, também lamentou a morte de Verdugo.