São Paulo F.C



Agradecimento de M1TO: "Foi uma honra trabalhar contigo"

Rogério Ceni apareceu de surpresa na despedida do Fabuloso e elogiou o camisa 9, que deixará o clube no final de 2015

Dois ídolos, muitas histórias e um amor incondicional pelo Tricolor. Rogério Ceni e Luis Fabiano são personagens marcantes no São Paulo e estiveram juntos em diversas oportunidades para defender o clube do coração. No entanto, nesta sexta-feira (4) foi diferente. A bola foi substituída por um microfone e as respostas não eram sobre adversários. No Centro de Treinamento da Barra Funda, uma coletiva de imprensa marcou a despedida do Fabuloso, que não conteve as lágrimas enquanto recebia as merecidas homenagens.

De surpresa, o M1TO apareceu durante as perguntas dos jornalistas e fez questão de enaltecer o camisa 9, cujo contrato também se encerra no final da temporada, como o do capitão. "Quero fazer um agradecimento, foi uma honra trabalhar contigo. Não é todo cara que consegue superar a marca de 200 gols. Desejo sorte, grande parceiro. Muito obrigado por tudo. Um dos três maiores centroavantes que vi vestir a camisa do São Paulo", afirmou o goleiro tricolor.

Repleta de surpresas e recordações, a coletiva marcou a despedida de Luis Fabiano da equipe são-paulina. Terceiro maior artilheiro na história do clube, com 212 gols em 352 jogos, o camisa 9 ganhou um livro de fotos de sua passagem pelo Tricolor, além de uma miniatura do estádio do Morumbi e um quadro em sua homenagem, desenvolvido pelo renomado designer gráfico Glauco Diogenes. Na sequência, um vídeo com funcionários do clube, seus familiares, ex-companheiros, como Kaká, Lucas, Reinaldo, França e Daniel Alves, prestou outra homenagem ao jogador.

"Desde o segurança da entrada, até a tia da cozinha, que faz a comida, todos me trataram com carinho durante o período que defendi esta camisa. Vou ter que passar a gostar de um novo clube, conquistar novas amizades, mas o São Paulo é especial. Cada funcionário terá uma história do Luis Fabiano. É o que fica", afirmou o Fabuloso, visivelmente emocionado, que completou.

"Fica um sentimento de gratidão. Agradeço tudo o que passei, todos que me aguentaram. Em momentos difíceis, contei com apoio de todos. Principalmente do REFFIS. O momento mais duro do atleta é quando ele está machucado. Tinha dúvida se conseguiria voltar. Agradeço muito pela disposição que tiveram comigo", finalizou o goleador.