São Paulo F.C



A casa que foi, e sempre será, do M1TO...

Com 594 jogos, Rogério é o atleta que mais atuou no Morumbi

0933.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Dono de recordes reconhecidos até pelo Guinness World Records - Officially Amazing, Rogério acumulou marcas expressivas na carreira, com números impressionantes no futebol brasileiro, mundial e dentro do Tricolor. E o Morumbi, que recebeu o Jogo dos Sonhos para celebrar os 25 anos de trajetória do eterno capitão - com a presença dos campeões mundiais de 1992, 1993 e 2005 -, também se rendeu aos feitos do M1TO. Domínio da torcida são-paulina, o Estádio Cícero Pompeu de Toledo sempre foi a casa do goleiro!

Com 594 partidas, o camisa 01 é o atleta que mais jogou no Morumbi. Nesse período, foram 375 vitórias, 130 empates e apenas 89 derrotas. Diante de sua torcida, o arqueiro balançou as redes 73 vezes - quinto jogador que mais marcou no estádio, atrás de Serginho Chulapa (135), Luis Fabiano (125), Müller (91) e França (91). Waldir Peres, com 286 jogos, e Darío Pereyra, com 224, completam a lista dos 'Top 3' que mais atuaram no Cícero Pompeu de Toledo.

Toda essa história do M1TO começou em 1993, no dia 18 de setembro. Pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, Rogério Ceni foi titular na vitória sobre o Bahia por 2 a 0, com gols de Dinho e Guilherme, ao substituir o então titular Zetti que estava na Seleção Brasileira. A partir daí, começou a história de cumplicidade e amor incondicional entre o ídolo e o Estádio Cícero Pompeu de Toledo.

Para quem morou cerca de quatro anos no estádio após chegar de Sinop-MT, Rogério transformou o Morumbi em sua segunda casa. Lá, conquistou diversos títulos e momentos marcantes: um deles em 2005, quando o Tricolor foi tricampeão da Libertadores com uma goleada sobre o Atlético-PR por 4 a 0 na grande final.

O gosto musical do capitão ditou a trilha sonora da entrada do time em campo em inúmeros jogos no Morumbi. Desde 2010, a preferida de Rogério foi "Hells Bells", da banda AC/DC, que deu o tom quando o esquadrão tricolor surgia no túnel saindo do vestiário. Na última sexta-feira (11), com festa memorável, o M1TO se despediu dos gramados, mas deixou claro que seguirá no Morumbi. Como torcedor, o camisa 01 seguirá junto com o time nas noites de quarta-feira com jogos da Libertadores da América...