São Paulo F.C



Imprensa internacional destaca noite memorável no Morumbi

Jogo dos Sonhos, que celebrou os 25 anos de carreira do M1TO, foi noticiado em diversos países

Grande homenageado na noite da última sexta-feira (11), no Morumbi, o eterno capitão Rogério Ceni foi destaque na imprensa internacional ao convocar os campeões mundiais de 1992, 1993 e 2005 para o Jogo dos Sonhos - que celebrou os 25 anos de carreira do M1TO. Sites e jornais de diferentes países enalteceram a trajetória do maior goleiro artilheiro do futebol e se renderam aos feitos do camisa 01, que marcou uma geração de são-paulinos e foi ovacionado pela torcida com um verdadeiro show nas arquibancadas do Morumbi.

O jornal espanhol Marca - um dos periódicos esportivos mais respeitados -, abriu a matéria com a manchete: Adeus ao lendário goleiro artilheiro. São Paulo se despede de um mito como Rogério Ceni. No texto, o diário fez um resumo da carreira do arqueiro e elogiou o evento no Estádio Cícero Pompeu de Toledo. "Um locutor levou os torcedores ao delírio ao chamar os campeões mundiais ao gramado. O Morumbi estava lotado e com uma grande festa para homenagear Ceni".

O Mundo Deportivo, também da Espanha, resgatou a carreira de Rogério e manchetou: "Rogério Ceni, a despedida do goleiro com alma goleadora". A matéria trazia os grandes momentos do capitão, como as conquistas da Libertadores e do Mundial de 2005 e o tricampeonato brasileiro em 2006, 2007 e 2008. Além disso, os espanhóis valorizaram alguns números do ídolo tricolor, como os 1237 jogos pelo São Paulo e as 131 vezes que o arqueiro balançou as redes.

Também na Europa, o francês L'equipe publicou a despedida do M1TO: "Rogério Ceni despede-se". A matéria enalteceu as presenças de Zetti, Cafu e Raí, além de mencionar os recordes do camisa 01. "Rogério detém os recordes de mais jogos disputados por um mesmo time e o de gols marcados por goleiros. Aos 42 anos de idade, o jogador se despediu do São Paulo em noite de festa com muitos campeões mundiais pelo clube".

Por fim, o uruguaio 'El País' destacou a presença dos ídolos Rogério Ceni e Lugano, que puderam reeditar a vitoriosa parceria. "Morumbi lotado. Nem mesmo uma agulha entrava mais. Os torcedores do São Paulo se reuniram para celebrar a carreira de Rogério Ceni, um dos maiores ídolos do clube. No entanto, assim como o dono da noite, o uruguaio Lugano também foi ovacionado e recebeu a braçadeira de capitão".

Confira novas imagens dos bastidores!