São Paulo F.C



M1TO Internacional

Antes de enfrentar o primeiro clube brasileiro, Rogério enfrentou nove equipes estrangeiras

Cópia (3) de revista0001.jpg

Por Arquivo Histórico do São Paulo FC

Adversário do Tricolor no próximo domingo (16), no Morumbi, pela 34ª rodada do Brasileirão, o Palmeiras faz parte de um capítulo importante na história do goleiro Rogério Ceni. Além de ser o clube mais vazado pelo camisa 01 ao lado do Cruzeiro (sete gols), o arquirrival foi o primeiro clube nacional que o capitão são-paulino enfrentou.

No entanto, antes de atuar no Choque-Rei, o arqueiro enfrentou nove equipes de fora do país. A identidade do goleiro Rogério Ceni com equipes e torneios internacionais, aliás, é antiga. Campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, além de outras inúmeras competições, o M1TO fez a sua estreia no Tricolor justamente em um 'campeonato estrangeiro'.

No dia 25 de junho de 1993, no Troféu Santiago de Compostela, na Espanha, o capitão são-paulino estreou pelo clube e iniciou a sua trajetória no São Paulo na goleada sobre o Tenerife-ESP (4 a 1). E a experiência na competição internacional não poderia ter sido melhor para o camisa 01, que logo mostrou o seu cartão de visitas.

No triunfo sobre a equipe espanhola, os quatro gols foram marcados pelo também estreante do dia, o atacante Guilherme, que ao lado de Rogério Ceni foi um dos destaques da partida. Após eliminar o Tenerife na semifinal, o Tricolor encarou o River Plate-ARG, na decisão, e novamente o arqueiro do São Paulo brilhou.

Após empate, em 2 a 2, no tempo regulamentar, a final foi para os pênaltis. O goleiro defendeu a cobrança de Corti e garantiu a vitória da equipe brasileira, por 4 a 3. Depois de encarar os argentinos, o M1TO encarou outros adversários internacionais antes de medir forças pela primeira vez contra um clube brasileiro.

No dia 28 de agosto de 1993, Torneio Internacional Troféu Ramón de Carranza, na Espanha, o duelo contra o Palmeiras, que terminou com vitória do rival por 2 a 1, decretou a primeira experiência do goleiro no profissional diante de equipes do país. De lá pra cá, Ceni amadureceu e soube esperar o seu momento para assumir a meta tricolor. O desfecho da história o torcedor são-paulino não esquece...

Confira abaixo as primeiras experiências de Rogério no profissional:

  • 25/06/1993 - Torneio Internacional Troféu Santiago de Compostela (Espanha) - Tenerife-ESP 1 x 4 São Paulo 
  • 27/06/1993 - Torneio Internacional Troféu Santiago de Compostela (Espanha) - São Paulo 2 x 2 River Plate-ARG           
  • 07/07/1993 - Copa de Ouro Sulamericana - La Bombonera (Argentina) - São Paulo 0 x 1 Boca Juniors-ARG        
  • 10/07/1993 - Copa de Ouro Sulamericana - Pacaembu - São Paulo 1 x 1 Boca Juniors-ARG
  • 07/08/1993 - Torneio Internacional Cidade de Los Angeles (Estados Unidos) - São Paulo 4 x 3 América-MEX   
  • 13/08/1993 - Torneio Internacional Troféu Tereza Herrera (Espanha) - São Paulo 3 x 1 Lazio-ITA
  • 14/08/1993 - Torneio Internacional Troféu Tereza Herrera (Espanha) - São Paulo 0 x 1 Barcelona-ESP
  • 21/08/1993 - Torneio Internacional Troféu Colombino (Espanha) - São Paulo 1 x 1 Sampdoria-ITA
  • 22/08/1993 - Torneio Internacional Troféu Colombino (Espanha) - São Paulo 1 x 0 Sevilla-ESP
  • 28/08/1993 - Torneio Internacional Troféu Ramón de Carranza (Espanha) - São Paulo 1 x 2 Palmeiras