São Paulo F.C



Superação histórica: vitória com três atletas a menos

Atuar com três jogadores a menos que o rival por dez minutos e ainda vencer com quatro gols no placar foi um feito inédito

8508.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ao vencer a Universidad Católica por 4 a 2, na noite da última quinta-feira (30), em partida válida pelo jogo de ida das oitavas de final da Conmebol Sul-Americana 2022 e realizada em Santiago, no Chile, o São Paulo superou a desvantagem de competir nos últimos dez minutos com três jogadores a menos que o adversário. 

Pela primeira vez na história, o time são-paulino atuou tanto tempo com tamanha diferença de atletas em campo (oito contra onze). Igor Vinícius, aos 4min/2ºT; Rodrigo Nestor, aos 27min/2ºT; e Calleri, aos 42min/2ºT foram expulsos – e a peleja foi encerrada aos 52 minutos do segundo tempo.

Do mesmo modo, pela primeira vez o Tricolor, mesmo com três expulsos, conseguiu vencer uma partida marcando quatro gols.

Ao longo dos anos, e já contando com o jogo contra a Católica, o São Paulo teve três jogadores expulsos em 12 oportunidades. A vez mais recente, antes do confronto no Chile, se deu no dia 4 de novembro de 2009, no Campeonato Brasileiro, quando os são-paulinos empataram por 1 a 1 contra o Grêmio, em disputa que as expulsões de Borges (32min/2ºT), Dagoberto (33min/2ºT) e Jean (49min/2ºT) posteriormente – no STJD – selariam o destino do título nacional daquele ano.

Este jogo contra o Grêmio, por sinal, detinha o recorde – superado ontem – de maior tempo atuando com desvantagem de dois homens em campo por mais de 16 minutos.

Dos 12 confrontos mencionados, o São Paulo, mesmo inferiorizado no número de atletas em campo, conseguiu vencer o oponente em um terço das chances, embora, em nenhum dos três embates mais antigos tenha ficado com três jogadores a menos durante o tempo regulamentar (as expulsões ocorreram nos acréscimos ou após o apito final do árbitro, ou ainda, com cartão vermelho para atleta no banco de reserva – e os adversários também tiveram elementos postos para fora).

  • 22.12.1985. Paulista. Morumbi. 2x1 Portuguesa
  • Expulsos SPFC: Márcio Araújo, 17/2; Careca, 31/2; Zé Teodoro, 46/2
  • Expulsos rival: Alberis, 17/2; Eduardo, 30/2
  • 20.04.1997. Paulista. Morumbi. 2x0 Botafogo-SP
  • Expulsos SPFC: Aristizábal, intervalo; Adriano, 31/2; Alberto (reserva)
  • Expulsos rival: Gustavo, intervalo; Valdeir, 31/2
  • 03.12.2003. Sul-Americana. Morumbi. 2x0 River Plate
  • Expulsos SPFC: Rico, 45/2; Jean e Luis Fabiano, após o fim do jogo
  • Expulsos rival: Ameli, 45/2; Pereyra e Barrado, após o fim do jogo

Por fim, cabe relembrar que o número recorde de são-paulinos expulsos em um jogo é quatro, em situação repetida quatro vezes desde 1930 (São Paulo 3 x 1 SPR em 1937, com três expulsões adversárias; São Paulo 2 x 6 Santos em 1963, só com tricolores expulsos entre os 38 e 49 minutos do segundo tempo; Araçatuba 2 x 1 São Paulo, em 1996, com um cartão vermelho para o oponente; e São Paulo 1 x 3 Flamengo, em 2003, com duas expulsões cariocas).

Confira o quadro completo de partidas atuando com três ou mais desfalques por expulsões:

DATA TORNEIO RESULTADO EXPULSOS SPFC EXPULSOS RIVAL
20/06/37  Paulista 3x1 SP Railway King, Annibal, Felipelli e Xaxá Cipó, Guedes e Carlos Leite
07/09/55  Paulista 1x3 Santos Turcão, 33/2; Lanzoninho, 42/2; Paraíba, 45/2 Ninguém
07/03/63  RJ-SP 2x6 Santos Prado, 38/2, De Sordi, 39/2 Faustino, 44/2 e R. Dias, 49/2 Ninguém
20/10/84  Paulista 1x3 Ferroviária Oscar, 28/2; Nelsinho, 40/2; Pita, 4?/2 Claudinho, 40/2
22/12/85  Paulista 2x1 Portuguesa Márcio Araújo, 17/2; Careca, 31/2; Zé Teodoro, 46/2 Alberis, 17/2; Eduardo, 30/2
30/10/94  Brasileiro 2x2 Palmeiras Juninho, 44/2; Gilmar, 45/2; Müller, 45/2 Edmundo, 44/2; Antônio Carlos, 45/2; César Sampaio, 45/2
04/05/96  Paulista 1x2 Araçatuba Lima, Serginho, 16/2; André Luiz, 45/2; Almir, 45/2 Luciano, 32/2
29/09/96  Brasileiro 1x2 Palmeiras Axel, 4/2; Pedro Luís, 30/2; Djair, 45/2 Fernando Diniz, 45/2
20/04/97  Paulista 2x0 Botafogo Aristizábal (intervalo), Adriano, 31/2; Alberto (reserva) Gustavo (intervalo), Valdeir, 31/2
08/11/00  Brasileiro 3x4 Sport Belletti, 30/1; Celso Ayala, ?/2 Ilan, ?/2 Leonardo, ?/2
25/01/01  RJ-SP 2x5 Fluminense Rogério Pinheiro, 30/1; Gustavo Nery, 15/2; Wilson, 45/2 Tiago Silva, 17/2
19/01/02  RJ-SP 3x3 Etti Jundiaí Fábio Simplicio, 39/1; Gustavo Nery, 8/2; Julio Santos, 43/2 Marcinho, 8/2
03/12/03  Sul-Americana 2x0 River Plate Rico, 45/2; Jean, após o fim; Luís Fabiano, após o fim Ameli, 45/2; Pereyra, após o fim; Barrado, após o fim
14/12/03  Brasileiro 1x3 Flamengo Jean, 35/2; Simplício, 45/2; Gabriel, 45/2; Tardelli, 45/2 Edilson, 35/2; Henrique, 45/2
04/11/09  Brasileiro 1x1 Grêmio Borges, 32/2; Dagoberto, 33/2; Jean, 49/2 Ninguém
30/06/22  Sul-Americana 4x2 U. Católica Igor Vinícius, 4/2; Rodrigo Nestor, 27/2; Calleri, 42/2 Ninguém