São Paulo F.C



O último título do Rolo Compressor de Leônidas

No dia 20 de novembro de 1949, o Tricolor superou o Santos e sagrou-se Campeão Paulista

1949a.jpg

Por Arquivo Histórico do São Paulo FC - A equipe campeã paulista de 1949

Depois do título de 1943, quando a moeda caiu de pé pela primeira vez desde a reorganização do Tricolor, em 1935, o São Paulo dominou a disputa do Campeonato Paulista nos anos 40. Foram cinco conquistas (1943/45/46/48/49) e não fosse pelo ano perdido de 1947, seriam seis títulos e um penta consecutivo.

O esquadrão comandado por Joreca, primeiramente, e por Feola, ao final, era insuperável, a ponto de a torcida não ir ao estádio se perguntando se venceriam ou não, mas sim questionando por quanto seria a goleada.

Foi a época do Rolo Compressor, de goleadas como o estrondoso 9 a 1 em cima do Santos, em 1944, e a vitória por 12 a 1 no Jabaquara, a maior goleada da história do clube (aliada a outra, de 1933), do Pacaembu e do Campeonato Paulista profissional, em 1945.

Foi a era da conquista do primeiro campeonato invicto do Tricolor, em 1946, com direito a gol improvável e de última hora do contundido Renganeschi no Choque-Rei que valeu o título.

Foi a década do Diamante Negro Leônidas da Silva, de Remo e de Teixeirinha, os únicos pentacampeões do período, presentes e fundamentais em todos os triunfos.

O último desses, obtido no dia 20 de novembro de 1949, há 71 anos. Com uma rodada de antecipação, o Tricolor enfrentou o Santos, no Pacaembu, e venceu por 3 a 1, com gols de Teixeirinha e Friança (duas vezes). 

 

Jogo do título


20.11.1949
São Paulo (SP)
Estádio Municipal de São Paulo (Pacaembu)

SÃO PAULO Futebol Clube 3 X 1 SANTOS Futebol Clube

SPFC: Mário; Savério e Mauro; Ruy, Bauer e Noronha; Friaça, Ponce de León, Leônidas, Remo e Teixeirinha. Técnico: Vicente Feola.
Gols: Teixeirinha, 24′/1; Friaça, 31′/1; Friaça (pênalti), 18′/2.

SFC: Chiquinho; Charre e Dinho; Nenê, Pascoal e Alfredo; Alemãozinho, Antoninho, Juvenal, Odair e Pinhegas. Técnico: Oswaldo Brandão.
Gol: Alemãozinho, 44′/2.

Árbitro: Godfrey Sunderland (Inglaterra)
Renda: Cr$ 345.941,00
Público: Desconhecido

 

Campanha


Fase única – Turno
12.06.1949 – 2 X 0 – Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba – SP)
25.06.1949 – 1 X 0 – NACIONAL Atlético Clube (SP)
03.07.1949 – 7 X 2 – COMERCIAL Futebol Clube (São Paulo – SP)
10.07.1949 – 0 X 0 – Associação PORTUGUESA de Desportos (SP)
17.07.1949 – 4 X 1 – JABAQUARA Atlético Clube (SP)
24.07.1949 – 5 X 1 – Sociedade Esportiva PALMEIRAS (SP)
30.07.1949 – 3 X 1 – Associação Atlética PORTUGUESA (Santos – SP)
07.08.1949 – 8 X 2 – Clube Atlético JUVENTUS (SP)
14.08.1949 – 0 X 1 – SANTOS Futebol Clube (SP)
21.08.1949 – 5 X 1 – Clube Atlético YPIRANGA (SP)
28.08.1949 – 3 X 2 – Sport Club CORINTHIANS Paulista (SP)

 

Fase única – Returno
10.09.1949 – 4 X 0 – JABAQUARA Atlético Clube (SP)
18.09.1949 – 5 X 1 – Clube Atlético YPIRANGA (SP)
25.09.1949 – 0 X 2 – Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba – SP)
02.10.1949 – 4 X 0 – COMERCIAL Futebol Clube (São Paulo – SP)
16.10.1949 – 2 X 2 – Associação Atlética PORTUGUESA (Santos – SP)
23.10.1949 – 4 X 2 – Sociedade Esportiva PALMEIRAS (SP)
01.11.1949 – 5 X 0 – NACIONAL Atlético Clube (SP)
06.11.1949 – 1 X 1 – Associação PORTUGUESA de Desportos (SP)
12.11.1949 – 1 X 0 – Clube Atlético JUVENTUS (SP)
20.11.1949 – 3 X 1 – SANTOS Futebol Clube (SP)
11.12.1949 – 3 X 3 – Sport Club CORINTHIANS Paulista (SP)

 

Classificação Final

Time PT JG V E D GM GS SG
1 São Paulo FC (SP) 36 22 16 4 2 70 23 47
2 SE Palmeiras (SP) 28 22 12 4 6 40 31 9
3 A Portuguesa D (SP) 27 22 11 5 6 57 42 15
4 Santos FC (SP) 26 22 11 4 7 51 40 11
5 CA Ypiranga (SP) 24 22 11 2 9 50 42 8
6 SC Corinthians P (SP) 24 22 8 8 6 49 37 12
7 AA Portuguesa (Santos-SP) 23 22 9 5 8 38 32 6
8 EC XV de Novembro (Piracicaba-SP) 22 22 9 4 9 45 44 1
9 Jabaquara AC (SP) 17 22 7 3 12 44 53 -9
10 CA Juventus (SP) 15 22 5 5 12 28 51 -23
11 Nacional AC (SP) 12 22 5 2 15 27 70 -43
12 Comercial FC (São Paulo-SP) 10 22 3 4 15 29 63 -34