São Paulo F.C



A visita do Papa ao Morumbi

No dia 3 de julho de 1980, na primeira viagem de um sumo pontífice do Vaticano ao Brasil, o Morumbi recebeu João Paulo II para um evento com mais de 140 mil pessoas

foto00.png

Por Arquivo Histórico do São Paulo FC

Há 39 anos, o Morumbi foi palco de um grande evento popular: o Papa João Paulo II palestrou para mais de 140 mil pessoas presentes no estádio. A cerimônia foi parte de uma série de compromissos do pontífice na primeira visita de um chefe da Igreja de Roma ao Brasil. João Paulo visitara, dias antes, Brasília, Belo Horizonte e o Rio de Janeiro; e prosseguiu, ainda, para Aparecida, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Teresina, Belém, Fortaleza e Manaus, logo depois, em apenas 12 dias.

João Paulo, que chegara à capital paulista no mesmo dia, realizou naquela manhã uma missa no Campo de Marte, zona norte da cidade; visitou crianças no Colégio Santo Américo; e se encontrou com ordens religiosas no Ginásio do Ibirapuera, no começo da tarde.

foto02.png

No estádio são-paulino, às 17h30, o Papa discursou para uma multidão de operários convidados pela Cúria Metropolitana da Arquidiocese de São Paulo – então, a maior congregação católica do mundo. O encontro, de apenas 1h30 de duração, levou uma multidão ao Morumbi: mais de 140 mil pessoas, apesar do tempo chuviscoso e do frio de 11° daquele dia.

Foi a primeira mobilização massiva na casa são-paulina não referente a uma partida de futebol – As grandes apresentações musicais no gramado do Tricolor, por exemplo, começaram somente no ano seguinte, com a banda Queen.

foto08.png

foto06.png

foto05.png

foto03.png

Para tão grandioso momento, o Morumbi foi especialmente preparado. As obras começaram, contudo, apenas dois dias antes (1º de julho). Os palanques do altar papal e do coral, ambos de 54 metros quadrados, foram finalizados na madrugada do dia da apresentação. O sistema de som também foi reajustado, com 20 novas caixas acústicas de 11 mil watts instaladas ao redor do gramado.

O esquema de acesso ao estádio foi alterado – basicamente o mesmo modelo utilizado na Copa América 2019: não foi permitida a circulação de carros nos arredores. Um sistema especial de transporte, com 300 ônibus da CMTC (empresa municipal de transportes), foi montado para a população.

foto07.png

Pelo grande volume de jornalistas, nacionais e estrangeiros, cobrindo o evento, a Telesp (antiga companhia telefônica do Estado) instalou 26 novos telefones públicos, dentro e fora do Estádio, além de outras 12 linhas telefônicas especiais para transmissões de rádio.

Para eternizar o fato, o São Paulo Futebol Clube colocou uma placa no saguão de entrada do Morumbi (hoje, ela é exposta no Memorial Luiz Cássio dos Santos Werneck). Nela, em letras douradas, se lê: “Para encontrar-se com os cidadãos paulistas, aqui esteve em missão de Paz, Amor e Fraternidade. S. S. o Papa, João Paulo II”.

foto10.png