São Paulo F.C



Enciclopédia: Seleções Estrangeiras

O Tricolor também forneceu atletas estrangeiros para competições de seleções

Ao longo do tempo, o São Paulo Futebol Clube também serviu serviu seleções estrangeiras com grandes jogadores para competições internacionais oficias, e não somente à Seleção Brasileira. 

A primeira vez que o Tricolor abasteceu um outro selecionado que não o local foi em 1974, quando Pedro Rocha e Pablo Forlán representaram o São Paulo e o Uruguai na Copa do Mundo de 1974. Na competição mais importante do futebol o feito ainda se repetiu em 1986, com Darío Pereyra, também na Celeste; em 1998, com Aristizábal, pela Colômbia e em 2014, mais uma vez com um atleta entre os portenhos orientais, Alvaro Pereira. Em 2006, o equatoriano Reasco já era atleta do Mais Querido, mas fora convocado para a competição antes dessa filiação.

Os últimos tricolores a disputarem campeonatos oficiais pelas seleções dos países deles foram Calleri (convocado enquanto atleta do clube, mas na realização do evento já não mais o era), pela Argentina nos Jogos Olímpicos e Mena, pelo Chile na Copa América. O mesmo que ocorreu com Reasco, em 2006, se deu com Cueva na Copa do Mundo de 2018. 

Veja, abaixo, todos os atletas estrangeiros que participaram de competições oficiais dos países deles enquanto detinham algum vínculo com o São Paulo:

 

COPA DO MUNDO

  • 1974: Pedro Rocha (Uruguai)
  • 1974: Pablo Forlán (Uruguai)
  • 1986: Darío Pereyra (Uruguai)
  • 1998: Victor Aristizábal (Colômbia)
  • 2006: Neicer Reasco (Equador)*
  • 2014: Alvaro Pereira (Uruguai)
  • 2018: Cueva (Peru)

Reasco não foi convocado como atleta do São Paulo, mas no período da competição já detinha contrato com o Tricolor.

 

JOGOS OLÍMPICOS

  • 2000: Claudio Maldonado (Chile)
  • 2016: Jonatan Calleri (Argentina)*

Calleri foi convocado para o torneio enquanto atleta do São Paulo, porém já não era mais jogador do clube durante o evento.

 

COPA AMÉRICA

  • 1989: Roberto Rojas (Chile)
  • 1995: Jose Sierra (Chile)
  • 1997: Victor Aristizábal (Colômbia)
  • 1999: Hector Carabalí (Equador)
  • 2001: Claudio Maldonado (Chile)
  • 2004: Alexander Rondón (Venezuela)
  • 2007: Neicer Reasco (Equador)
  • 2016: Eugenio Mena (Chile)
  • 2016: Christian Cueva (Peru)*

Cueva não foi convocado como atleta do São Paulo, mas no período da competição já detinha contrato com o Tricolor.