São Paulo F.C



Enciclopédia: Recordes Individuais

Os principais recordes dos jogadores são-paulinos desde 1930

spRogerioCeni_GN_071214.jpg

Por VIPCOMM

Inúmeros jogadores que defenderam o Tricolor deixaram não somente boas recordações e títulos aos são-paulinos, mas também marcas consideráveis e respeitáveis nos variados aspectos e critérios. Esta matéria é uma tentativa de agregar os mais diferentes recordes possíveis para um jogador do São Paulo, agrupados sob os temas atuações (número de jogos), vitórias, aproveitamento de pontos, os mais jovens e os mais velhos a alcançar determinada marca, artilharia (gols), feitos exclusivos aos goleiros e disciplina (cartões). Além de algumas tabelas de rankings.

Vale dizer que aqui são contabilizados somente os recordes internos, comparados somente entre os jogadores do São Paulo. Não são assim considerados os recordes mundiais de Rogério Ceni, e outros do gênero.

 

ATUAÇÕES

O conteúdo abaixo deve ser lido como, por exemplo "Mais jogos no campeonato brasileiro", "mais jogos sem nunca perder", "mais jogos em uma temporada", etc.. O mesmo vale para as relações posteriores: "mais vitórias", "melhor aproveitamento"... 

Geral: Rogério Ceni, 1237
Competitivas: Rogério Ceni, 1197
Consecutivas: Rogério Ceni, 132 (23/01/10-26/10/11)
Minutos consecutivos: Rogério Ceni, 8.786 minutos (23/01/10-22/05/11)
Consecutivas no Brasileiro: Adilson, 52 (13/09/87-19/11/89)
Brasileiro: Rogério Ceni, 575
Paulista: Waldir Peres, 343
Libertadores: Rogério Ceni, 90
Competição Internacional: Rogério Ceni, 186
Jogos Internacionais: Rogério Ceni, 152
Exterior: Rogério Ceni, 82
Mata-mata oficial: Rogério Ceni, 243
Clássicos Nacionais: Rogério Ceni, 481
Clássicos: Rogério Ceni, 189
Trio de Ferro: Rogério Ceni, 125
Mandante: Rogério Ceni, 617
Visitante ou neutro: Rogério Ceni, 620
Sem nunca perder: Neilton (AT, 2017), 11
Titular: Rogério Ceni, 1234
Somente como titular: Ruy Campos, 273
Substituto: Souza (Willamis), 77
Nunca deixou de vencer: Pescuma (ZG, 1962-196), 6 jogos, 6 vitórias
Uma temporada: Bezerra (temporada de 1978, que acabou em 1979), 82
Um ano: Zetti (1992), 79
Uma temporada invicta: Joãozinho (GL), temporada de 1931, 24: 19V, 5E
Uma temporada nunca deixando de vencer: Agostinho (ZG), temporada de 1933, 6J, 6V
Com 100% de participação nos jogos do time: Marcelinho Paraíba, 69 (1999)
Goleiro: Rogério Ceni, 1237
Goleiro substituto: Poy e Bertolucci, 14
Defensor: De Sordi, 544
Meio-campista: Bauer, 400
Atacante: Teixeirinha, 526
Estrangeiro: Poy, 525
Prata da casa:
 Rogério Ceni, 1237 (depois, Roberto Dias, 527)
Até 20 anos de idade: Denilson, 191 
Com 40 anos ou mais: Rogério Ceni, 186
Neste século: Rogério Ceni, 906

 

VITÓRIAS

Geral: Rogério Ceni, 648
Jogos competitivos: Rogério Ceni, 623
Brasileiro: Rogério Ceni, 279
Paulista: Mauro Ramos, 187
Libertadores: Rogério Ceni, 51
Competição Internacional: Rogério Ceni, 85
Jogos Internacionais: Rogério Ceni, 90
Exterior: De Sordi, 37
Mata-mata oficial: Rogério Ceni, 113
Clássicos Nacionais: Rogério Ceni, 193
Clássicos: Rogério Ceni, 67
Trio de Ferro: Rogério Ceni, 46
Mandante: Rogério Ceni, 392
Visitante ou neutro: Rogério Ceni, 256
Titular: Rogério Ceni, 645
Substituto: Souza (Williamis de Souza), 41
Uma temporada: Éverton (temporada de 1982), 47
Um ano: Éverton (1982), 47
Goleiro: Rogério Ceni, 648
Defensor: Mauro Ramos, 303
Meio-campista: Bauer, 233
Atacante: Teixeirinha, 319
Estrangeiro: Poy, 298
Prata da casa:
 Rogério Ceni, 648 (depois, Teixeirinha, 319)
Até 20 anos de idade: Denilson, 82
Com 40 anos ou mais: Rogério Ceni, 90
Neste século: Rogério Ceni, 481

 

APROVEITAMENTO

Geral: Milton (MC, 1930-1935), 78,33%: 57V, 17E, 6D - mínimo 52 jogos
Jogos competitivos: Sastre, 80,89%: 57V, 11E, 7D - mínimo 51 jogos
Brasileiro: Paulo César Camassutti, 69,31%: 39V, 14E, 10D - mínimo 30 jogos
Paulista: Sastre, 83,58%: 53V, 9E, 5D - mínimo de 32 jogos
Libertadores: Ademir Chiarotti (MC, 1974), 81,82%: 8V, 3E, 0D - mínimo de 10 jogos
Competição Internacional: Ademir Chiarotti (MC, 1974), 81,82%: 8V, 3E, 0D - mínimo de 11 jogos
Jogos internacionais: Marco Antônio (MC, 2003-), 93,33%: 9V, 1E, 0D - mínimo de 10 jogos
Exterior: Cido (AT, 1962-), 90,48%: 12V, 2E, 0D - mínimo de 9 jogos
Clássicos Nacionais: Gustavo Albella, 69,23%: 17V, 3E, 6D - mínimo de 22 jogos
Clássicos: Mineiro, 71,19%: 13V, 5E, 1D - mínimo de 13 jogos
Titular: Barthô (DF), 78,62%: 68V, 19E, 6D - mínimo de 52 jogos
Substituto: Danilo (MC, 2004-), 84,85%: 18V, 2E, 2D - mínimo de 18 jogos
Uma temporada: Leônidas, 1946, 89,86%: 20V, 2E, 1D - mínimo 20 jogos
Um ano: Leônidas, 1946, 89,86%: 20V, 2E, 1D - mínimo 20 jogos
Uma temporada invicta: Joãozinho (GL), 1931, 86,11%: 19V, 5E - mínimo de 20 jogos
Uma temporada só com vitórias: ninguém atingiu o mínimo de 20 jogos
Uma temporada participando de todos os jogos: Friedenreich, Barthô, Milton, Clodô e Bino, 1931, 82,14%: 21V, 6E, 1D - mínimo de 20 jogos
Goleiro: Mário, 69,75%: 70V, 16E, 22D - mínimo de 52 jogos
Defensor: Barthô, 78,25%: 68V, 19E, 8D - mínimo de 52 jogos
Meio-campista: Milton (1930-1935), 78,33%: 57V, 17E, 6D - mínimo 52 jogos
Atacante: Gustavo Albella, 76,25%: 57V, 12E, 11D - mínimo de 52 jogos
Estrangeiro: Gustavo Albella, 76,25%: 57V, 12E, 11D - mínimo de 54 jogos
Prata da casa:
 Yeso, 70,51%: 50V, 15E, 13D - mínimo de 46 jogos
Até 20 anos de idade: Junqueirinha, 82,05%: 20V, 4E, 2D - mínimo de 19 jogos
Com 40 anos ou mais: Friedenreich, 74,84%: 36V, 11E, 6D - sem mínimo de jogos
Neste século: André Dias, 68,36%: 47V, 31E, 11D - mínimo de 46 jogos

 

MAIS JOVENS

A estrear em geral: Zizinho, 15 anos (5613 dias) 23/10/77, 1x0 Usina Ester, Amistoso
A estrear em jogos competitivos: Luiz Carlos Paraná, 16 anos (6013 dias) 30/09/1979, 0x1 Noroeste
A estrear no Brasileiro: Paulo César, 17 anos (6225 dias) 04/09/88, 1x0 Corinthians
A estrear no Paulista: Luiz Carlos Paraná, 16 anos (6013 dias) 30/09/1979, 0x1 Noroeste
A estrear na Libertadores: Paulo, 17 anos (6369 dias) 13/08/82, 2x2 Grêmio
A marcar gol: Zizinho, 15 anos (5787 dias) 15/04/78, 4x2 Guaxupé, Amistoso
A marcar gol em competição: Armando, 16 anos (6137 dias) 30/07/39, 1x0 Port. St, Paulista
A marcar gol em jogo internacional: Denilson, 17 anos - 16/11/94, 3x1 S. Cristal, Conmebol
A marcar gol na Libertadores: Ademilson, 19 anos (7038 dias) 17/04/13, 2x0 Atlético Mineiro
A marcar gol no Brasileiro: Paulo César, 17 anos (6281 dias) 30/10/88, 1x1 Vasco da Gama
A marcar gol no Paulista: Armando, 16 anos (6137 dias) 30/07/39, 1x0 Portuguesa St.
A estrear em geral e marcar gol: Pavão, 17 anos (6386 dias) 09/10/91, 1x4 Inter de Limeira, Paulista
A estrear em competições e marcar gol: Pavão, 17 anos (6386 dias) 09/10/91, 1x4 Inter de Limeira, Paulista
A estrear em Brasileiro e marcar gol: Lucas Fernandes, 19 anos (6812 dias) 15/05/16, 1x0 Botafogo
A estrear em Paulista e marcar gol: Pavão, 17 anos (6386 dias) 09/10/91, 1x4 Inter de Limeira
A estrear em Libertadores e marcar gol: Ademilson, 19 anos (7038 dias) 17/04/13, 2x0 Atlético Mineiro
Trinca de gols: Teixeirinha, 18 anos - 16/03/40, 6x0 Juventus, Amistoso
Trinca de gols competição: Maurinho, 19 anos - 28/09/51, 5x0 Portuguesa St, Paulista
Trinca de gols Brasileiro: Thiago Ribeiro, 19 anos - 19/11/05, 4x2 Figueirense
Trinca de gols Paulista: Maurinho, 19 anos - 28/09/51, 5x0 Portuguesa Santista
Trinca de gols Libertadores: Palhinha, 24 anos - 17/03/92, 3x0 San José-BOL
4 gols/jogo: Leopoldo, 18 anos - 14/11/43, 10x0 Operário-Ourinhos, Amistoso
4 gols/jogo competitivo: Ney Blanco, 22 anos - 19/07/57, 7x0 Linense, Paulista
4 gols/jogo Brasileiro: Serginho Chulapa, 28 anos - 28/01/1982, 4x0 Ferroviário-CE
4 gols/jogo Paulista: Ney Blanco, 22 anos - 19/07/57, 7x0 Linense
5 gols/jogo: Waldemar de Brito, 20 anos - 04/06/33, 5 x 1 Vasco da Gama, RJ-SP
5 gols/jogo competitivo: Waldemar de Brito, 20 anos - 04/06/33, 5 x 1 Vasco da Gama, RJ-SP
5 gols/jogo Brasileiro: Dodô, 23 anos - 16/07/97, 5 x 0 Cruzeiro
5 gols/jogo Paulista: Waldemar de Brito, 20 anos - 27/08/33, 12 x 1 Sírio

 

MAIS VELHOS

A jogar no geral: Rogério Ceni, 42 anos - 28/10/15, 1x3 Santos, Copa do Brasil
Em jogos competitivos: Rogério Ceni, 42 anos - 28/10/15, 1x3 Santos, Copa do Brasil
No Brasileiro: Rogério Ceni, 42 anos - 25/10/15, 2x1 Coritiba
No Paulista: Rogério Ceni, 42 anos - 19/04/15, 1x2 Santos
Na Libertadores: Rogério Ceni, 42 anos - 13/05/15, 0x1 Cruzeiro
A marcar gol: Friedenreich, 42 anos - 24/03/35, 3x1 Corinthians, Amistoso
Em competição: Rogério Ceni, 42 anos - 26/08/15, 3x0 Ceará, Copa do Brasil
Em jogo internacional: Rogério Ceni, 40 anos - 04/04/13, 1x2 The Strongest, Libertadores
Na Libertadores: Rogério Ceni, 40 anos - 17/04/13, 2x0 Atlético Mineiro
No Brasileiro: Rogério Ceni, 42 anos - 12/08/15, 2x0 Figueirense
No Paulista: Rogério Ceni, 42 anos - 11/04/15, 3x0 Red Bull
A estrear em geral: Jair Rosa Pinto, 40 anos (14740 dias) 29/07/61
A estrear em jogos competitivos: Jair Rosa Pinto, 40 anos (14740 dias) 29/07/61
A estrear em Brasileiro: Rivaldo, 39 anos (14339 dias) 22/05/11, 2x0 Fluminense
A estrear em Paulista: Rivaldo, 39 anos (14169 dias) 03/02/11, 3x2 Linense
A estrear em Copa Libertadores: Cerezo, 38 anos (13915 dias) 26/05/93, 0x2 Univ. Católica-CHL
A marcar o primeiro gol no geral: Jair Rosa Pinto, 40 anos (14799 dias) 26/09/61, 5x3 Inter Bebedouro, Amistoso
A marcar o primeiro gol em competições: Rivaldo, 39 anos (14169 dias) 03/02/11, 3x2 Linense, Paulista
A marcar o primeiro gol no Brasileiro: Rivaldo, 39 anos (14339 dias) 23/07/11, 2x2 Atlético-GO
A marcar o primeiro gol no Paulista: Rivaldo, 39 anos (14169 dias) 03/02/11, 3x2 Linense
A marcar o primeiro gol na Libertadores: Washington, 33 anos (12377 dias) 05/03/09, 3x1 América-COL
A estrear em geral e marcar gol: Rivaldo, 39 anos (14169 dias) 03/02/11, 3x2 Linense, Paulista
A estrear em competições e marcar gol: Rivaldo, 39 anos (14169 dias) 03/02/11, 3x2 Linense, Paulista
A estrear em Brasileiro e marcar gol: Lúcio, 35 anos (12802 dias) 26/05/13, 2x0 Ponte Preta
A estrear em Paulista e marcar gol: Rivaldo, 39 anos (14169 dias) 03/02/11, 3x2 Linense
A estrear em Libertadores e marcar gol: Aloísio, 31 anos (11356 dias) 01/03/06, 2x1 Caracas
Trinca de gols: Friedenreich, 39 anos - 06/04/32, 3x1 América-RJ, Campeões SP-RJ
Trinca de gols competição: Friedenreich, 39 anos - 06/04/32, 3x1 América-RJ, Campeões SP-RJ
Trinca de gols Brasileiro: Washington, 34 anos - 06/12/09, 4x0 Sport
Trinca de gols Paulista: Friedenreich, 38 anos - 31/05/31, 3x1 Juventus
Trinca de gols Libertadores: Pedro Rocha, 31 anos, 5x0 Jorge Wilsterman
4 gols/jogo: Friedenreich, 39 anos - 27/12/31, 4x2 AA São Bento, Paulista
4 gols/jogo competitivo: Friedenreich, 39 anos - 27/12/31, 4x2 AA São Bento, Paulista
4 gols/jogo Brasileiro: Serginho Chulapa, 28 anos - 28/01/1982, 4x0 Ferroviário-CE
4 gols/jogo Paulista: Friedenreich, 39 anos - 27/12/31, 4x2 AA São Bento
5 gols/jogo: Araken Patusca, 27 anos - 03/07/1932, 11x0 Internacional-SP, Paulista
5 gols/jogo competitivo: Araken Patusca, 27 anos - 03/07/1932, 11x0 Internacional-SP
5 gols/jogo Brasileiro: Dodô, 23 anos, 7x1 União São João
5 gols/jogo Paulista: Araken Patusca, 27 anos - 03/07/1932, 11x0 Internacional-SP

 

ARTILHARIA

Geral: Serginho Chulapa, 242 gols
Competições: Serginho Chulapa, 229 gols
Consecutivos: Waldemar de Brito, 28 gols em 11 jogos
Brasileiro: Luis Fabiano, 108 gols
Paulista: Gino Orlando, 142 gols
Libertadores: Rogério Ceni e Luis Fabiano, 14 gols
Competição Internacional: Luis Fabiano, 21 gols
Jogos Internacionais: Gino Orlando, 28 gols
Exterior: Gino Orlando, 19 gols
Mata-mata oficial: Luis Fabiano, 52 gols
Clássicos Nacionais: Luis Fabiano, 77 gols
Clássicos: Serginho Chulapa, 42 gols
Trio de Ferro: Leônidas, Serginho Chulapa e Gino Orlando, 21 gols
Mandante: Serginho Chulapa, 147
Visitante ou neutro: Gino Orlando, 116
Titular: Serginho Chulapa, 233
Substituto: França, 12
Uma temporada: Dodô, 54 gols (1997)
Um ano: Dodô, 54 gols (1997)
Edição do Brasileiro: Luis Fabiano, 29 gols (2003)
Edição do Paulista: Friedenreich, 32 gols (1931)
Edição da Libertadores: Calleri, 9 gols (2016)
Um jogo: Sastre, 6 gols (14/08/1943)
3 ou mais gols em um jogo: França e Serginho Chulapa, 13 vezes
Trincas (3 gols em um jogo): França, 12 vezes
4 gols em um jogo: Luizinho, 3 vezes
5 gols em um jogo: Waldemar de Brito, 3 vezes
6 gols em um jogo: Sastre, 1 vez
Artilheiro de competição: Luis Fabiano, 6 vezes (C. Campeões 01, Brasileiro 02, Paulista 03 e 14, Libertadores 04 e C. Brasil de 12)
Artilheiro do clube em temporada: Serginho Chulapa, 7 vezes (1975 à 1977 e 1979 à 1982)
Artilheiro do clube no Brasileiro: Serginho Chulapa, 6 vezes (1974/75/77/80/81/82)
Artilheiro do clube no Paulista: Serginho Chulapa, 8 vezes (1975 à 1982)
Artilheiro do clube na Libertadores: Luis Fabiano, 2 vezes (2004 e 2013)
Goleiro: Rogério Ceni, 131 (depois, Moscatto, 1)
Defensor: Roberto Dias, 78
Meio-campista: Raí, 128
Atacante: Serginho Chulapa, 242
Estrangeiro: Pedro Rocha, 119 gols
Prata da casa: Serginho Chulapa, 242 (depois, Teixeirinha, 188)
Até 20 anos de idade: Waldemar de Brito, 56
Com 40 anos ou mais: Rogério Ceni, 24
Neste século: Luís Fabiano, 212

 

GOLEIROS

Nunca sofreram gols: Sérgio R. da Silva (1977), Antônio C. Berni (1981) e Leonardo da S. Vieira (2013/16), 2 jogos
Série de jogos sem sofrer gols: Sergio Valentim, 9 (10/05/72 - 30/07/72) 
Série de jogos competitivos sem sofrer gols: Sergio Valentim, 9 (10/05/72 - 30/07/72)
Série de jogos do Brasileiro sem sofrer gols: Rogério Ceni, 9 (05/08/07 - 08/09/07)
Série de jogos do Paulista sem sofrer gols: Sergio Valentim, 10 (30/04/72 - 30/07/72)
Série de jogos da Libertadores sem sofrer gols: Rogério Ceni, 8 (11/03/10 - 19/05/10)
Série de minutos sem sofrer gols: Sergio Valentim, 883 (04/05/72 - 06/08/72)
Série de minutos sem sofrer gols em jogos competitivos: Sergio Valentim, 883 (04/05/72 - 06/08/72)
Série de minutos sem sofrer gols no Brasileiro: Rogério Ceni, 988 (05/08/07 - 15/09/07)
Série de minutos sem sofrer gols no Paulista: Sergio Valentim, 1017 (16/04/72 - 06/08/72)
Série de minutos sem sofrer gols na Libertadores: Rogério Ceni, 808 (25/02/10 - 28/07/10)
Total de jogos sem sofrer gols: Rogério Ceni, 418
Total de jogos competitivos sem sofrer gols: Rogério Ceni, 406
Total de jogos do Brasileiro sem sofrer gols: Rogério Ceni, 184
Total de jogos do Paulista sem sofrer gols: Waldir Peres, 153
Total de jogos de Libertadores sem sofrer gols: Rogério Ceni, 40
Porcentagem de jogos sem sofrer gols: Toinho, 51,54% (não sofreu gols em 67 jogos, sofreu em 63) - mínimo 59 jogos 
Gols sofridos: Rogério Ceni, 1391
Gols sofridos em jogos competitivos: Rogério Ceni, 1350
Gols sofridos no Brasileiro: Rogério Ceni, 646
Gols sofridos no Paulista: Rogério Ceni, 313
Gols sofridos na Libertadores: Rogério Ceni, 80
Gols sofridos em um jogo: King, 8 (10/07/40, 1x8 Botafogo) 
Defesas de pênaltis: Rogério Ceni, 51
Vitórias em disputas de pênaltis: Rogério Ceni, 12
Assistências para gol: Rogério Ceni, 7 

 

CARTOS RECEBIDOS

Geral: Luis Fabiano, 111
Competitivos: Luis Fabiano, 110
Brasileiro: Luis Fabiano, 66
Paulista: Serginho Chulapa, 50
Libertadores: Fabão e Lugano, 12
Competição Internacional: Diego Lugano, 21
Jogos internacionais: Luis Fabiano e Diego Lugano, 15
Exterior: Diego Lugano, 12
Mata-mata oficial: Rogério Ceni, 28
Clássicos Nacionais: Rogério Ceni, 51
Clássicos: Rogério Ceni, 28
Mandante: Luís Fabiano, 57
Visitante ou neutro: Nelsinho, 56
Goleiro: Rogério Ceni, 101
Defensor: Lugano, 100 
Meio-campista: Richarlyson, 84 
Atacante: Luis Fabiano, 111
Neste século: Luis Fabiano, 111

 

CARTÕES AMARELOS

Geral: Rogério Ceni, 97
Competitivos: Rogério Ceni, 96
Brasileiro: Luis Fabiano, 60
Paulista: Serginho Chulapa e Darío Pereyra, 40
Libertadores: Fabão, 12
Competição Internacional: Diego Lugano, 19 
Jogos internacionais: Wellington, 13 
Exterior: Rogério Ceni e Diego Lugano, 9
Mata-mata oficial: Rogério Ceni, 28
Clássicos Nacionais: Rogério Ceni, 48
Clássicos: Rogério Ceni, 26
Mandante: Diego Lugano, 49
Visitante ou neutro: Rogério Ceni, 53
Goleiro: Rogério Ceni, 97
Defensor: Lugano, 94
Meio-campista: Richarlyson, 73 
Atacante: Luis Fabiano, 95
Neste século: Luis Fabiano, 95

 

CARTÕES VERMELHOS

Geral: Serginho Chulapa e Luis Fabiano, 16
Competitivos: Luis Fabiano, 16
Brasileiro: Richarlyson, 8
Paulista: Serginho Chulapa, 10
Libertadores: Josué, André Dias, Luis Fabiano, Grafite e Lugano, 2 
Competição Internacional: Luis Fabiano, 6
Jogos internacionais: Luis Fabiano, 4 
Exterior: Ronaldão, Diego Lugano, 3
Mata-mata oficial: Luís Fabiano, 6
Clássicos Nacionais: Paraná, 8 
Clássicos:  Serginho Chulapa, 6
Mandante: Luís Fabiano, 11
Visitante ou neutro: Nelsinho, 13
Goleiro: Rogério Ceni, 4 
Defensor: Nelsinho, 15 
Meio-campista: Richarlyson, 11 
Atacante: Serginho Chulapa e Luís Fabiano, 16 
Neste século: Luís Fabiano, 16 

 

JAMAIS EXPULSOS

Geral: Waldir Peres, 617 jogos
Competitivos: Waldir Peres, 575 jogos
Brasileiro: Waldir Peres, 185 jogos
Paulista: Waldir Peres, 343 jogos
Libertadores: Rogério Ceni, 90 jogos 
Competição Internacional: Rogério Ceni, 186 jogos 
Jogos internacionais: Rogério Ceni, 152 jogos 
Exterior: Rogério Ceni, 82 jogos
Mata-mata oficial: Rogério Ceni, 243 jogos
Clássicos Nacionais: Teixeirinha, 174 jogos 
Clássicos: Teixeirinha, 105 jogos
Mandante: Waldir Peres, 298 jogos
Visitante ou neutro: Poy, 325 jogos

 

JAMAIS ADVERTIDOS

Geral*: Müller (José Edmur, AT, 1976-), 65 jogos
Competitivos: Zequinha (AT, 1977-1980), 58 jogos
Brasileiro: Zé Carlos Serrão, 84 jogos
Paulista: Müller (José Edmur, AT, 1976-), 32 jogos
Libertadores: Adilson (ZG), 14 jogos
Competição Internacional: França (AT), 29 jogos (mas foi expulso uma vez. Sem o ser: Diego Tardelli, 27 jogos)
Jogos internacionais: Adilson (ZG): 26 jogos
Exterior: Müller (Luiz Antônio Corrêa da Costa), 31 jogos
Mata-mata oficial: Renato (Carlos Renato Frederico), 30 jogos
Clássicos Nacionais: Gilmar Rinaldi, 68 jogos (mas foi expulso uma vez. Sem o ser: Macedo, 32 jogos)
Clássicos: Gilmar Rinaldi, 37 jogos (mas foi expulso uma vez. Sem o ser: Márcio Araújo, 31 jogos)
Mandante: Gilberto Sorriso, 191 jogos
Visitante ou neutro: Pablo Forlan, 124 jogos
*Desde que a prática foi adotada, em meados dos anos 70.