São Paulo F.C



Histórico: Ranking do Brasileirão

São Paulo lidera vários rankings na competição nacional

Taca_002_crop_galeria_crop_galeria.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Estes rankings se tratam, basicamente, da somatória de pontos obtidos por vitórias e empates, sem nenhuma inclusão de critérios subjetivos ou de atributos duvidosos e arbitrários. Se venceu, ganhou três pontos (ou dois, antes de 1995). Se empatou, um ponto - salvo pontos extras por motivo de regulamento, outro fato indiscutível.

Ainda que se possa argumentar que existiram dezenas de regulamentos diferentes ao longo dos anos, atribuindo pesos diferentes a cada edição (exemplo: em campeonatos de pontos corridos existem mais partidas disputadas, o que tende a aumentar a pontuação dos clubes, diferentemente dos campeonatos de tiro curto), nada há a se fazer objetivamente, posto que os clubes concordaram com os mesmos e todos tiveram sua cota de participação em cada modelo experimentado. Ou seja, todos tiveram as mesmas chances.

Desta forma, eis os melhores colocados do Ranking de Clubes do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2016.

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2016

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 1926 1286 587 366 333 1967 1350 617 2127 55,1 1,53 1,05
SC Internacional (RS) 1850 1289 559 356 374 1745 1336 409 2033 52,6 1,35 1,04
Cruzeiro EC (MG) 1826 1271 554 341 376 1865 1454 411 2003 52,5 1,47 1,14
SC Corinthians P (SP) 1786 1259 538 371 350 1678 1335 343 1985 52,6 1,33 1,06
Santos FC (SP) 1777 1266 532 358 376 1840 1422 418 1954 51,4 1,45 1,12
C Atlético Mineiro (MG) 1760 1257 533 353 371 1828 1460 368 1952 51,8 1,45 1,16
CR Flamengo (RJ) 1739 1290 528 366 396 1746 1473 273 1950 50,4 1,35 1,14
Grêmio FBPA (RS) 1733 1244 534 332 378 1649 1329 320 1934 51,8 1,33 1,07
SE Palmeiras (SP) 1669 1172 513 328 331 1689 1283 406 1867 53,1 1,44 1,09
10º Fluminense FC (RJ) 1594 1206 472 337 397 1616 1438 178 1753 48,5 1,34 1,19
11º CR Vasco da Gama (RJ) 1570 1185 465 363 357 1695 1406 289 1758 49,5 1,43 1,19
12º Botafogo FR (RJ) 1448 1151 425 335 391 1494 1408 86 1610 46,6 1,30 1,22

Resumindo, além de liderar o ranking por pontos conquistados, o São Paulo é quem tem mais vitórias, menor média de derrotas, mais gols marcados (em 2017 pode alcançar 2.000) e melhor saldo de gols (único acima de 500, aliás, 600) entre os 12 melhores clubes do país.

Além disso, possui também o melhor aproveitamento de pontos, com 55,1% dos pontos conquistados e a melhor média de gols marcados: 1,53 gols. O Tricolor só não lidera em média de gols sofridos, ficando na segunda posição. A defesa tem taxa de 1,05 gol sofrido por jogo, ao passo que a linha defensiva do Internacional possui 1,04.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2016 como mandante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
SC Internacional (RS) 1152 650 367 167 116 1056 528 528 1268 65,0 1,62 0,81
São Paulo FC (SP) 1151 636 374 159 103 1160 553 607 1281 67,1 1,82 0,87
Grêmio FBPA (RS) 1106 616 362 153 101 1001 485 516 1239 67,0 1,63 0,79
Cruzeiro EC (MG) 1097 628 348 162 118 1116 607 509 1206 64,0 1,78 0,97
C Atlético Mineiro (MG) 1091 619 353 153 113 1082 592 490 1212 65,3 1,75 0,96
Santos FC (SP) 1089 609 344 163 102 1097 546 551 1195 65,4 1,80 0,90
SC Corinthians P (SP) 1047 626 328 175 123 966 584 382 1159 61,7 1,54 0,93
CR Flamengo (RJ) 1032 634 329 171 134 1031 591 440 1158 60,9 1,63 0,93
SE Palmeiras (SP) 992 574 321 142 111 997 550 447 1105 64,2 1,74 0,96
10º Fluminense FC (RJ) 956 585 301 149 135 913 570 343 1052 59,9 1,56 0,97
11º CR Vasco da Gama (RJ) 933 592 292 169 131 1013 605 408 1045 58,8 1,71 1,02
12º C Atlético Par. (PR) 883 503 264 145 94 816 480 336 937 62,1 1,62 0,95

Com a responsabilidade de jogar em casa e com o apoio da torcida, o São Paulo também vai bem no quesito "jogos como mandante". Porém, devido a uma correção na ordem de mando em quatro jogos (dois em 1971, um em 1978 e um em 2001). o Tricolor perdeu a liderança nesse critério. Possui, todavia, mais vitórias, mais gols marcados e melhor saldo de gols, único acima dos 600 gols.

Também é o clube com melhor aproveitamento, 67,1%; melhor média de gols, 1,82; e somente fica atrás em média de gols sofridos, com 0,87 (atrás de Grêmio, 0,79; e Inter 0,81).

Em 2017, o São Paulo certamente retomará a liderança desta tabela, com o rebaixamento do Internacional.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2016 como visitante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 775 650 213 207 230 807 797 10 846 43,4 1,24 1,23
SC Corinthians P (SP) 739 633 210 196 227 712 751 -39 826 43,5 1,12 1,19
Cruzeiro EC (MG) 729 643 206 179 258 749 847 -98 797 41,3 1,16 1,32
CR Flamengo (RJ) 711 656 199 195 262 715 882 -167 792 40,2 1,09 1,34
SC Internacional (RS) 698 639 192 189 258 689 808 -119 765 39,9 1,08 1,26
Santos FC (SP) 688 657 188 195 274 743 876 -133 759 38,5 1,13 1,33
SE Palmeiras (SP) 677 598 192 186 220 692 733 -41 762 42,5 1,16 1,23
C Atlético Mineiro (MG) 669 638 180 200 258 746 868 -122 740 38,7 1,17 1,36
Fluminense FC (RJ) 638 621 171 188 262 703 868 -165 701 37,6 1,13 1,40
10º CR Vasco da Gama (RJ) 637 593 173 194 226 682 801 -119 713 40,1 1,15 1,35
11º Grêmio FBPA (RS) 627 628 172 179 277 648 844 -196 695 36,9 1,03 1,34
12º Botafogo FR (RJ) 575 594 151 183 260 613 832 -219 636 35,7 1,03 1,40

Fora de casa o desempenho são-paulino também é excepcional, acima da média. É o clube que mais conquistou pontos nessa categoria (e a distância para o segundo lugar aumentou, se comparado a 2015), que mais venceu; que mais marcou gols - o único acima de 800 - e com a melhor média. Por fim, novamente, é o único com saldo de gols positivo! O que é espantoso!

Como o ranking de mandantes, a versão visitantes também teve correções se comparada a 2015. 

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2016 - Era dos Pontos Corridos

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 927 552 263 138 151 845 606 239 927 56,0 1,53 1,10
Cruzeiro EC (MG) 884 552 257 113 182 870 699 171 884 53,4 1,58 1,27
Santos FC (SP) 856 552 239 139 174 860 681 179 856 51,7 1,56 1,23
SC Internacional (RS) 849 552 238 135 179 738 632 106 849 51,3 1,34 1,14
SC Corinthians P (SP) 814 514 223 145 146 697 568 129 814 52,8 1,36 1,11
Fluminense FC (RJ) 799 552 218 145 189 771 719 52 799 48,2 1,40 1,30
CR Flamengo (RJ) 791 552 211 162 179 722 693 29 795 48,0 1,31 1,26
Grêmio FBPA (RS) 770 510 214 128 168 692 585 107 770 50,3 1,36 1,15
C Atlético Mineiro (MG) 743 514 203 134 177 750 689 61 743 48,2 1,46 1,34
10º C Atlético Par. (PR) 730 514 203 121 190 705 681 24 730 47,3 1,37 1,32
11º SE Palmeiras (SP) 685 468 188 121 159 652 597 55 685 48,8 1,39 1,28
12º Botafogo FR (RJ) 640 468 169 133 166 631 606 25 640 45,6 1,35 1,29

Desde 2003, o São Paulo também possui ampla vantagem frente aos oponentes em pontos ganhos, em vitórias, melhor média de derrotas, no absurdo saldo de gols (único acima dos 200). E mais além: melhor aproveitamento e melhor defesa. 

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2016 - Era dos Pontos Corridos - como mandante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 565 276 167 64 45 500 244 256 565 68,2 1,81 0,88
Santos FC (SP) 556 276 163 67 46 521 264 257 556 67,1 1,89 0,96
SC Internacional (RS) 550 276 163 61 52 442 236 206 550 66,4 1,60 0,86
Cruzeiro EC (MG) 537 276 159 60 57 526 308 218 537 64,9 1,91 1,12
Grêmio FBPA (RS) 515 255 152 59 44 443 225 218 515 67,3 1,74 0,88
C Atlético Par. (PR) 515 257 149 68 40 439 242 197 515 66,8 1,71 0,94
CR Flamengo (RJ) 496 276 138 82 56 433 275 158 496 59,9 1,57 1,00
SC Corinthians P (SP) 495 257 144 63 50 405 240 165 495 64,2 1,58 0,93
Fluminense FC (RJ) 486 276 137 75 64 438 302 136 486 58,7 1,59 1,09
10º C Atlético Mineiro (MG) 477 257 139 60 58 455 283 172 477 61,9 1,77 1,10
11º SE Palmeiras (SP) 425 234 124 53 57 384 260 124 425 60,5 1,64 1,11
12º Botafogo FR (RJ) 409 234 114 67 53 391 257 134 409 58,3 1,67 1,10

Na própria casa, desde o advento dos pontos corridos, o Tricolor também reina. Mais pontos conquistados, mais vitórias, melhor média de derrotas e melhor aproveitamento de pontos. Por pouco também não possui a melhor defesa. Comparado com 2015, entretanto, o São Paulo perdeu a liderança no saldo de gols, por 1 gol de diferença atrás do Santos.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2016 - Era dos Pontos Corridos - como visitante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 362 276 96 74 106 345 362 -17 362 43,7 1,25 1,31
Cruzeiro EC (MG) 347 276 98 53 125 344 391 -47 347 41,9 1,25 1,42
SC Corinthians P (SP) 319 257 79 82 96 292 328 -36 319 41,4 1,14 1,28
Fluminense FC (RJ) 313 276 81 70 125 333 417 -84 313 37,8 1,21 1,51
Santos FC (SP) 300 276 76 72 128 339 417 -78 300 36,2 1,23 1,51
SC Internacional (RS) 299 276 75 74 127 296 396 -100 299 36,1 1,07 1,43
CR Flamengo (RJ) 299 276 73 80 123 289 418 -129 299 36,1 1,05 1,51
C Atlético Mineiro (MG) 266 257 64 74 119 295 406 -111 266 34,5 1,15 1,58
SE Palmeiras (SP) 260 234 64 68 102 268 337 -69 260 37,0 1,15 1,44
10º Grêmio FBPA (RS) 255 255 62 69 124 249 360 -111 255 33,3 0,98 1,41
11º Botafogo FR (RJ) 231 234 55 66 113 240 349 -109 231 32,9 1,03 1,49
12º C Atlético Par. (PR) 215 257 54 53 150 266 439 -173 215 27,9 1,04 1,71

Como visitante, novamente o São Paulo no topo. Mais pontos ganhos, melhor aproveitamento de pontos, melhor ataque no absoluto e na média. Até 2014, o Tricolor era o único clube com saldo de gols positivo fora de casa, enquanto que os demais apresentavam grande débito. Contudo, as temporadas do time em 2015 e 2016 deixaram a desejar nesse aspecto. Após 2016, escapou do Tricolor também a liderança no número de vitórias. Agora o Cruzeiro lidera por 98 a 96.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2016 - Era dos Pontos Corridos - 1º Turno

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 450 276 126 72 78 399 315 84 450 54,3 1,45 1,14
Cruzeiro EC (MG) 439 276 126 61 89 436 347 89 439 53,0 1,58 1,26
SC Internacional (RS) 427 275 118 73 84 373 321 52 427 51,8 1,36 1,17
SC Corinthians P (SP) 417 256 115 72 69 355 278 77 417 54,3 1,39 1,09
Santos FC (SP) 411 274 113 72 89 419 348 71 411 50,0 1,53 1,27
Fluminense FC (RJ) 397 276 109 70 97 369 337 32 397 47,9 1,34 1,22
Grêmio FBPA (RS) 385 254 108 61 85 342 282 60 385 50,5 1,35 1,11
CR Flamengo (RJ) 370 275 97 79 99 325 347 -22 370 44,8 1,18 1,26
C Atlético Mineiro (MG) 364 256 99 67 90 378 356 22 364 47,4 1,48 1,39
10º SE Palmeiras (SP) 355 234 97 64 73 337 267 70 355 50,6 1,44 1,14
11º C Atlético Par. (PR) 341 257 93 62 102 340 340 0 341 44,2 1,32 1,32
12º Botafogo FR (RJ) 333 234 88 69 77 336 298 38 333 47,4 1,44 1,27

Além de líder em número de pontos conquistados, o Tricolor possui mais vitórias (empatado com o Cruzeiro) e o melhor aproveitamento de pontos. Como se verá abaixo, o São Paulo é melhor no segundo turno da competição.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2016 - Era dos Pontos Corridos - 2º Turno

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 477 276 137 66 73 446 291 155 477 57,6 1,62 1,05
Cruzeiro EC (MG) 445 276 131 52 93 434 352 82 445 53,7 1,57 1,28
Santos FC (SP) 445 278 126 67 85 441 333 108 445 53,4 1,59 1,20
CR Flamengo (RJ) 425 277 114 83 80 397 346 51 425 51,1 1,43 1,25
SC Internacional (RS) 422 277 120 62 95 365 311 54 422 50,8 1,32 1,12
Fluminense FC (RJ) 402 276 109 75 92 402 382 20 402 48,6 1,46 1,38
SC Corinthians P (SP) 397 258 108 73 77 342 290 52 397 51,3 1,33 1,12
C Atlético Par. (PR) 389 257 110 59 88 365 341 24 389 50,5 1,42 1,33
Grêmio FBPA (RS) 385 256 106 67 83 350 303 47 385 50,1 1,37 1,18
10º C Atlético Mineiro (MG) 379 258 104 67 87 372 333 39 379 49,0 1,44 1,29
11º SE Palmeiras (SP) 330 234 91 57 86 315 330 -15 330 47,0 1,35 1,41
12º Goiás EC (GO) 312 219 91 39 89 344 306 38 312 47,5 1,57 1,40

Time de chegada, o São Paulo possui melhor desempenho no segundo turno do Campeonato Brasileiro de pontos corridos (que aliás, já venceu por quatro vezes: 2006, 2007, 2008 e 2012). Neste ranking, a liderança do Tricolor é inconteste. Mais pontos, mais vitórias, menos derrotas, mais gols marcados, menos gols sofridos (em média), maior saldo de gols, melhor aproveitamento de pontos e melhor média de gols marcados.  

Ou seja: TUDO.

*p.s. Apesar de jogos entre São Paulo e Flamengo terem mandos invertidos em 2007, a tabela considera a ordem de realização pelo simples motivo que os cartões amarelos e vermelhos, ou suspensões que pudessem ser decorrentes desses jogos seriam ou foram cumpridos nas partidas imediatamente seguintes.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2016 + Roberto Gomes Pedroza de 1967 a 1970

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 1978 1348 602 388 358 2044 1434 610 2194 54,3 1,52 1,06
SC Internacional (RS) 1935 1360 590 379 391 1840 1402 438 2149 52,7 1,35 1,03
Cruzeiro EC (MG) 1905 1339 585 358 396 1972 1529 443 2113 52,6 1,47 1,14
SC Corinthians P (SP) 1876 1330 575 387 368 1783 1410 373 2112 52,9 1,34 1,06
Santos FC (SP) 1851 1331 559 378 394 1952 1502 450 2055 51,5 1,47 1,13
C Atlético Mineiro (MG) 1832 1322 560 371 391 1918 1537 381 2051 51,7 1,45 1,16
Grêmio FBPA (RS) 1806 1312 557 359 396 1723 1389 334 2030 51,6 1,31 1,06
CR Flamengo (RJ) 1794 1352 543 391 418 1814 1557 257 2020 49,8 1,34 1,15
SE Palmeiras (SP) 1773 1249 554 350 345 1807 1356 451 2012 53,7 1,45 1,09
10º Fluminense FC (RJ) 1658 1271 497 351 423 1705 1527 178 1842 48,3 1,34 1,20
11º CR Vasco da Gama (RJ) 1619 1250 482 378 390 1763 1505 258 1824 48,6 1,41 1,20
12º Botafogo FR (RJ) 1508 1216 445 355 416 1566 1488 78 1690 46,3 1,29 1,22

Para defensores de unificação de campeonatos este ranking mostra que, mesmo na união do Campeonato Brasileiro com o Torneio Roberto Gomes Pedroza, o São Paulo continua na liderança do Brasil, seja em pontos, vitórias, gols marcados (único acima de 2000), média de gols, saldo de gols - novamente único acima dos 500, aliás, 600 gols - ou aproveitamento.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro + Roberto Gomes Pedroza + Taça Brasil

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 1978 1348 602 388 358 2044 1434 610 2194 54,3 1,52 1,06
SC Internacional (RS) 1944 1367 593 382 392 1853 1414 439 2161 52,7 1,36 1,03
Cruzeiro EC (MG) 1941 1366 600 364 402 2022 1558 464 2164 52,8 1,48 1,14
Santos FC (SP) 1900 1365 581 383 401 2053 1550 503 2126 51,9 1,50 1,14
SC Corinthians P (SP) 1876 1330 575 387 368 1783 1410 373 2112 52,9 1,34 1,06
Grêmio FBPA (RS) 1863 1361 577 376 408 1807 1447 360 2107 51,6 1,33 1,06
C Atlético Mineiro (MG) 1856 1344 569 377 398 1949 1571 378 2084 51,7 1,45 1,17
SE Palmeiras (SP) 1803 1276 566 356 354 1856 1395 461 2054 53,7 1,45 1,09
CR Flamengo (RJ) 1800 1359 545 393 421 1821 1567 254 2028 49,7 1,34 1,15
10º Fluminense FC (RJ) 1669 1282 501 354 427 1727 1538 189 1857 48,3 1,35 1,20
11º CR Vasco da Gama (RJ) 1624 1257 484 379 394 1769 1516 253 1831 48,6 1,41 1,21
12º Botafogo FR (RJ) 1527 1234 451 362 421 1597 1513 84 1715 46,3 1,29 1,23

Indo mais a fundo, mesclando os pontos obtidos na antiga Taça Brasil (1959-1968), pouco mudaria, pois o lider de ranking de pontos daquela competição (Bahia, 63 pontos) em nada influíria. Mesmo o Santos, com os 49 pontos obtidos naquele período, ainda estaria distante do São Paulo. Até mesmo o Internacional não ameaçaria o posto do Tricolor, pois naquela Taça somente acumulou 9 pontos.

 

BÔNUS

Ranking ao estilo Top 10 (os dez primeiros colocados de cada ano são pontuados regressivamente 10 a 1 ponto) desde 1971

C. CLUBE PG Top 10º
São Paulo FC (SP) 223 34 6 6 4 3 3 4 1 1 5 1
SC Corinthians P (SP) 192 30 6 3 2 5 4 2 3 1 1 3
C Atlético Mineiro (MG) 183 31 1 5 5 5 3 0 4 5 1 2
SC Internacional (RS) 180 30 3 4 5 3 3 2 3 2 2 3
Grêmio FBPA (RS) 176 28 2 3 6 3 3 5 2 2 1 1
Cruzeiro EC (MG) 173 31 3 4 5 1 3 2 2 5 3 3
SE Palmeiras (SP) 166 30 5 2 0 4 4 4 3 1 4 3
Santos FC (SP) 151 30 2 5 2 1 1 1 7 4 5 2
CR Flamengo (RJ) 140 24 5 0 3 1 4 4 0 2 4 1
10º CR Vasco da Gama (RJ) 125 20 4 3 1 1 3 3 1 1 0 3
11º Fluminense FC (RJ) 124 19 3 0 4 5 2 2 0 0 2 1
12º Botafogo FR (RJ) 100 19 1 2 1 3 3 1 2 1 4 1
13º Guarani FC (SP) 61 11 1 2 2 0 0 2 0 1 1 2
14º C Atlético Par. (PR) 60 12 1 1 1 1 1 2 0 2 1 2
15º Coritiba FC (PR) 54 11 1 0 1 1 2 1 0 2 3 0
16º Goiás EC (GO) 47 14 0 0 1 1 0 2 2 2 2 4
17º Sport CR (PE) 42 11 1 0 0 0 1 1 2 3 1 2
18º A Portuguesa D (SP) 39 11 0 1 0 1 0 1 2 1 2 3
19º EC Bahia (BA) 37 7 1 0 0 1 1 0 2 2 0 0
20º AA Ponte Preta (SP) 33 8 0 0 1 0 0 3 1 1 1 1
21º EC Vitória (BA) 31 8 0 1 0 1 1 0 0 1 2 2
22º AD São Caetano (SP) 30 4 0 2 0 1 0 1 0 0 0 0
23º CA Bragantino (SP) 27 5 0 1 0 1 0 1 0 2 0 0
24º Operário FC (MS) 18 3 0 0 1 0 1 0 1 0 0 0
25º Paraná Clube (PR) 18 5 0 0 0 0 2 0 1 0 0 2
26º Santa Cruz FC (PE) 14 3 0 0 0 1 1 0 0 0 0 1
27º EC Juventude (RS) 13 4 0 0 0 0 0 0 2 1 1 0
28º Bangu AC (RJ) 12 2 0 1 0 0 0 0 0 1 0 0
29º América FC (RJ) 11 3 0 0 0 1 0 0 0 1 0 1
30º Figueirense FC (SC) 8 2 0 0 0 0 0 0 2 0 0 0
31º GE Brasil (Pelotas - RS) 8 1 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0
32º Londrina EC (PR) 7 1 0 0 0 1 0 0 0 0 0 0
33º Avaí FC (SC) 5 1 0 0 0 0 0 1 0 0 0 0
34º C Náutico C (PE) 5 1 0 0 0 0 0 1 0 0 0 0
35º América FC (MG) 4 1 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0
36º Ceará SC (CE) 4 1 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0
37º Clube do Remo (PA) 4 1 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0
38º Joinville EC (SC) 3 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
39º EC Santo André (SP) 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1
40º Uberlândia EC (MG) 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1

Diferentemente do tradicional ranking da revista Placar, a pontuação para 1987 considera unicamente o Sport como campeão e Guarani como vice. Por consequência, existe uma diferença de pontos entre as publicações. O próprio São Paulo aparece, aqui, com ponto a menos por causa disso.

Convém notar que o Tricolor é o time que mais vezes ficou entre os dez primeiros colocados, 34 vezes (como também é o maior campeão e o maior vice). 

 

Legenda: C. = Clube; PG = pontos ganhos; J = jogos; V = vitórias; E = empates; D = derrotas; GP = gols próprios; GC = gols contras; SG = saldo de gols; P3 = pontos ganhos igualando todos com 3 por vitória; %PG = aproveitamento percentual dos pontos (com base em 3 por vitória); MPG = média de gols marcados; MGC = média de gols sofridos; Top = quantas vezes ficou entre os dez primeiros lugares