São Paulo F.C



10 anos da conquista do Mundial de 2005!

No dia 18 de dezembro de 2005, o São Paulo venceu o Liverpool por 1 a 0 e sagrou-se tricampeão mundial

Primeiro clube no Brasil a conquistar a América três vezes, o São Paulo alçou a reconquista do mundo como meta no segundo semestre de 2005. A FIFA, à frente da organização do Mundial, o reformulara. Passando a contar com campeões de todos os continentes, o torneio teria a honra de contar com o Tricolor em sua inauguração.

BAIXE O E-BOOK DA CONQUISTA DO MUNDIAL DE 2005!

Após fases eliminatórias entre confederações menores, os são-paulinos estrearam na fase semifinal do torneio contra o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Em jogo difícil, mas sob controle, o Tricolor venceu por 3 a 2 (dois gols de Amoroso e um de Rogério Ceni, de pênalti). Restava, na final, o Liverpool.

O time inglês, apontado como favorito, vinha de uma longa sequência invicta e sem sofrer gols. Não foi o bastante para intimidar o 'Time de Guerreiros'. Os Reds não contavam com o lançamento de Fabão, o domínio e o passe de Aloísio (recém contratado), e o gol de Mineiro! Contavam menos ainda com o Capitão são-paulino, por quem, naquele dia, não passou nem pensamento.

O atacante Aloísio, bem humorado como sempre, relatou ao Site Oficial como foi a jogada do gol do título: "Brinquei que fui um Ronaldinho paraguaio e o Mineiro teve a frieza do baixinho Romário (risos). A gente treinava bastante e fazia este posicionamento. Quando dominei a bola, o neguinho (Mineiro) passou gritando. Já tentei dar este passe umas 100 vezes e não consigo mais. Deu certo na primeira vez".

E Mineiro, o protagonista do gol da vitória, completou: "Foi um dos momentos mais felizes da minha vida. Vi o posicionamento do goleiro e toquei. Sabíamos que os ingleses marcariam nossas jogadas de ataque, então teria de ter uma surpresa", afirmou o volante Mineiro, na época.

Assim, Yokohama viu, em 18 de dezembro de 2005, um título mundial ser decidido à maneira de um verdadeiro Clube da Fé, que perpetuou a lenda Rogério Ceni (escolhido o melhor jogador do jogo e do campeonato), consagrou o pequeno gigante Mineiro e fincou a bandeira do São Paulo novamente no ponto mais alto do mundo!

 

18.12.2005 Mundial de Clubes
Yokohama (Japão). Estádio Internacional
19h20 (08h20 BR)

LIVERPOOL Football Club 0 X 1 SÃO PAULO Futebol Clube

SPFC: Rogério Ceni/capitão; Fabão, Diego Lugano e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Junior; Amoroso e Aloísio (Grafite, 30'/2)

Banco: Bosco, Flávio Kretzer, Christian, Alex, Denílson, Fábio Santos, Renan, Flávio Donizete, Thiago Ribeiro, Richarlyson e Souza

Técnico: Paulo Autuori

Gol: Mineiro, 27'/1

LFC: Reina; Finnan, Carragher, Hyppiä e Warnock (Riise, 34'/2); Sissoko (Sinama,34'/2), Gerrard, Xabi Alonso e Luis Garcia; Kewell e Morientes (Peter Crouch, 40'/2)

Banco: Dudek, O'Donnell, Cissé, Carson ,Hamann, Josemi, Potter, Raven e Traoré

Técnico: Rafa Benítez

Árbitro: Benito Armando ArchundíaTellez (México)
Assistente 1: Arturo Velasquez (México)
Assistente 2: Hector Vergana (Canadá)
Público: 66.821 pagantes