São Paulo F.C



Ranking histórico: Morumbi - Parte II

Em 2014, a torcida são-paulina alcançou a quinta melhor média de público do Morumbi no Brasileirão em toda a história

7787.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Na segunda matéria especial envolvendo dados históricos do Morumbi, confira abaixo outros aspectos relevantes do São Paulo Futebol Clube no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, como desempenho em competições, melhores campanhas e estatísticas de público ao longo dos anos:

 

  • Histórico Geral por Campeonatos
Competições J V E D GM GS SG %PG
Campanha Geral 1565 924 385 256 2952 1398 1554 67,24
Libertadores da América 74 56 10 8 153 47 106 80,18
Copa Sul-Americana 24 14 8 2 34 15 19 69,44
Copa Mercosul 12 7 5 0 24 9 15 72,22
Supercopa Sul-Americana 14 9 3 2 30 14 16 71,43
Recopa Sul-Americana 3 0 2 1 3 4 -1 22,22
Copa Conmebol 4 2 1 1 11 5 6 58,33
Campeonato Brasileiro 576 335 147 94 1044 504 540 66,67
Roberto G. Pedroza 16 4 5 7 21 23 -2 35,42
Copa do Brasil 39 29 6 4 99 28 71 79,49
Torneio Rio-São Paulo 28 13 6 9 63 48 15 53,57
Campeonato Paulista 693 416 170 107 1316 605 711 68,21
Supercampeonato Paulista 1 1 0 0 4 1 3 100,00
Outros Torneios Oficiais 22 7 7 8 25 27 -2 42,42
Torneios Internacionais 16 14 1 1 50 13 37 89,58
Torneios Nacionais 7 2 2 3 6 9 -3 38,10
Amistosos Internacionais 19 8 8 3 39 24 15 56,14
Amistosos Nacionais 17 6 5 6 27 20 7 45,10
Anulados 1 1 0 0 3 2 1 100,00
TOTAL* 1566 924 386 256 2952 1398 1554 67,22

*Diferença no número de jogos e empates por causa da partida que valeu pelo Campeonato Brasileiro e Recopa Sul-Americana.

Provavelmente em 2015 o São Paulo alcançará 3.000 gols no estádio, de modo geral. A milésima vitória, contudo, deve demorar algum tempo a mais. E, comparado à tabela do ano passado, aconteceram ajustes de classificação de alguns jogos amistosos (que passaram a ser de torneios nacionais) por causa do avanço da pesquisa histórica sobre os mesmos. 

 

  • Os dez melhores anos do São Paulo Futebol Clube no Morumbi, por aproveitamento de pontos
Ano J V E D GM GS SG %P MM MS
2008 36 27 8 1 67 24 43 82,41 1,86 0,67
2012 36 27 6 3 72 21 51 80,56 2,00 0,58
1991 28 20 6 2 50 18 32 78,57 1,79 0,64
1993 39 28 7 4 82 26 56 77,78 2,10 0,67
1992 36 26 6 4 73 26 47 77,78 2,03 0,72
2004 36 25 9 2 75 27 48 77,78 2,08 0,75
1984 25 17 6 2 43 15 28 76,00 1,72 0,60
2006 36 25 7 4 76 33 43 75,93 2,11 0,92
1980 43 30 6 7 78 33 45 74,42 1,81 0,77
2005 41 28 7 6 98 42 56 73,98 2,39 1,02

*MM = Média de gols marcados; MS = Média de gols sofridos; %P Aproveitamento percentual de pontos (3 pontos por vitória em todos os anos para equilibrar os dados). Sempre com o mínimo de 25 partidas disputadas no ano.

A melhor campanha da história do clube no Morumbi foi em 2008, quando somente perdeu uma partida em casa, para o Grêmio, no início do campeonato brasileiro daquele ano. Em 2014, o clube devete um aproveitamento de pontos razoável no estádio (72,92%, o 17º em toda a história), principalmente comparado a 2013 (54,95%, o 49º, mais conhecido como 7º pior da história).

 

  • Os melhores ataques do São Paulo no Estádio do Morumbi
Ano J V E D GM GS SG %P MM MS
2002 32 21 4 7 102 48 54 69,79 3,19 1,50
1999 37 24 8 5 91 42 49 72,07 2,46 1,14
2005 41 28 7 6 98 42 56 73,98 2,39 1,02
2003 38 23 8 7 87 45 42 67,54 2,29 1,18
1994 47 28 12 7 106 57 49 68,09 2,26 1,21

O ataque formado por França, Reinaldo e Kaká continua sendo o mais produtivo da história do São Paulo no Morumbi. O único, aliás, acima da marca de 3 gols marcados por jogo, em média. Com 1,84 gols de média, em 2014 (59 gols em 32 jogos), a campanha do time se equivaleu, nesse critério, ao ano de 2007 (somente o 29º melhor da história). 

 

  • As melhores defesas do São Paulo no Estádio do Morumbi
Ano J V E D GM GS SG %P MM MS
1975 34 21 8 5 50 16 34 69,61 1,47 0,47
1972 26 16 9 1 45 14 31 73,08 1,73 0,54
1989 25 13 9 3 35 14 21 64,00 1,40 0,56
2007 37 25 7 5 68 21 47 73,87 1,84 0,57
2012 36 27 6 3 72 21 51 80,56 2,00 0,58

A melhor defesa continua sendo a formada por Poy nos anos 70, a mesma que detém o recorde de jogos invictos do clube: 47 partidas. Em 2007, durante algum tempo, a média de gol sofridos chegou a ser inferior a melhor marca, contudo, após o título do Campeonato Brasileiro daquele ano, o time "relaxou" um pouco. 

Em 2014, a defesa são-paulina apresentou bons números no Estádio do Morumbi. Foram 23 gols sofridos em 32 jogos, o que garantiu uma média de 0,72 por jogo (igual a temporada de 1992, com Telê Santana) e a 13ª melhor campanha da história.

 

  • As 20 melhores médias de público do São Paulo no Estádio do Morumbi*
P Ano Total Jogos Média   P Ano Total Jogos Média
2006 962.344 35 27.495,54   11º 1992 730.642 33 22.140,67
1981 898.149 34 26.416,15   12º 2014 707.383 32 22.105,72
1980 891.509 36 24.764,14   13º 1991
545.566
25
21.822,64
1993 855.176 35 24.433,60   14º 1979
537.865
25
21.514,60
2012 867.944 36 24.109,56   15º 2008
768.139
36
21.337,19
2009 818.403 34 24.070,68   16º 2011
605.012
29 20.862,48
2013 889.721 37 24.046,51   17º 2010
658.546 29
20.707,14
2007 836.104 35 23.888,69   18º 1975
658.546
32
20.579,56
1978 667.893 28 23.853,32   19º 1971
599.908
30
19.996,93
10º 2002 636.493 28 22.731,89   20º 1987 698.600
36
19.405,56

*Somente como mandante e com público conhecido. Somente temporadas em que o Tricolor tenha jogado no mínimo 25 vezes no Morumbi. Por muitas vezes o São Paulo jogou como visitante em seu próprio estádio. Estes jogos não foram considerados nesta tabela. Nota válida também para as tabelas seguintes.

Em 2014, a marca registrada de público total, 707.383, foi a 12ª maior já registrada. A a média de público, de 22.106 ocupa a mesma posição no ranking.

Apesar dos números em queda, se comparados a 2012 e 2013. é preciso constatar que desde 2006 a média de público do São Paulo no Morumbi é superior a 20 mil pessoas. Fato semelhante também ocorre no campeonato nacional: Em oito dos últimos nove anos a média de público do São Paulo no Morumbi foi superior a 20 mil pessoas em jogos do Campeonto Brasileiro.

 

  • Média de público do São Paulo no Morumbi em partidas do Campeonato Brasileiro
Ano Público Jogos Média Ano Público Jogos Média
1971 267.518 14 19.108 1994 125.884 14 8.992
1972 110.086 7 15.727 1995 27.008 10 2.701
1973 186.025 11 16.911 1996 89.972 12 7.498
1974 61.959 9 6.884 1997 70.672 12 5.889
1975 196.013 14 14.001 1998 105.583 11 9.598
1976 127.861 7 18.266 1999 231.116 12 19.260
1977 212.924 4 53.231 2000 108.004 13 8.308
1978 142.426 12 11.869 2001 233.562 13 17.966
1980 213.686 10 21.369 2002 330.877 13 25.452
1981 452.968 11 41.179 2003 228.597 21 10.886
1982 175.858 6 29.310 2004 184.528 22 8.388
1983 238.071 11 21.643 2005 178.910 20 8.946
1984 57.417 7 8.202 2006 436.017 19 22.948
1985 56.963 7 8.138 2007 515.923 18 28.662
1986 501.212 17 29.483 2008 405.329 19 21.333
1987 91.332 7 13.047 2009 499.093 19 26.268
1988 127.615 12 10.635 2010 233.960 16 14.623
1989 172.109 10 17.211 2011 378.362 17 22.257
1990 230.964 12 19.247 2012 439.223 18 24.401
1991 232.799 11 21.164 2013 414.334 17 24.373
1992 259.375 11 23.580 2014 496.441 17 29.202
1993 203.307 9 22.590

A média de público no Campeonato Brasileiro de 2014 foi a 5ª maior da história do São Paulo na competição, somente ficando atrás de 1977 (53.231), 1981 (41.179), 1986 (29.483) e 1982 (29.310).

 

  • Médias de público em todas as Copas Libertadores da América disputadas
Ano Público Jogos Média Ano Público Jogos Média
1972 93.079 4 23.270 2004 336.619 6 56.103
1974 15.938 2 7.969 2005 341.754 7 48.822
1978 93.397 3 31.132 2006 355.283 7 50.755
1982 43.655 3 14.552 2007 105.148 4 26.287
1987 21.903 3 7.301 2008 184.046 5 36.809
1992 180.400 7 25.771 2009 153.610 4 38.403
1993 274.898 4 68.725 2010 270.542 6 45.090
1994 218.650 4 54.663 2013 180.914 4 45.229
Total 2.869.836 73 39.913 De 04-13 1.927.916 43 44.835

Preferência do torcedor são-paulino, a média de público do Tricolor na competição é alta: quase 40 mil pessoas. Convém notar que essa relação é ainda mais elevada, destacadamente a partir de 2004, rendendo um público médio que beira 45 mil pessoas. A média de público do São Paulo na última Libertadores disputada, em 2013, foi a 6ª maior da história. A torcida terá novamente, agora em 2015, a chance de ultrapassar essas marcas.