São Paulo F.C



Há 70 anos a moeda cai em pé

Em 1943, diziam que o Tricolor só seria campeão se a moeda caísse em pé. Caiu!

O São Paulo, que havia nascido em berço de ouro, foi reconstruído ao custo de muito trabalho e perseverança. De inquilino em um porão no centro da cidade, em 1936, a detentor de um dos maiores patrimônios do Brasil, atualmente, o caminho percorrido pelo clube foi árduo e repleto de histórias curiosas.

Em meados dos anos 40, o Tricolor batalhava para reconquistar o posto de grande potência no futebol paulista, outrora alcançado com o Esquadrão de Aço e o título do Campeonato Paulista de 1931. A contratação de Leônidas, em 1942, foi o primeiro passo. Com ele, Luizinho, King e outros grandes jogadores, o São Paulo passou a ser visto como favorito ao certame. Mas não na opinião de todos...

Reza a lenda que na reunião do conselho arbitral que definiria o regulamento do Campeonato Paulista de 1943, os presidentes dos times debateram normas e mais normas, detalhes após detalhes quando, encerrada a discussão, um dirigente ou repórter teria afirmado que tudo aquilo não seria necessário, que bastaria jogar ao ar uma moeda para definir o vencedor daquele ano. Se ao cair desse cara, o campeão seria o candidato alvinegro, se desse coroa, o postulante alviverde - até então os tradicionais favoritos.

- "Mas e o São Paulo?" - Questionaram-se, levando a dúvida também ao representante do Tricolor. Como toda mitologia que se preze, muitas versões diferentes existem a partir daqui. Alguns dizem que esse homem foi Décio Pedroso, presidente eternizado no momento graças aos desenhos de Nino Borges, em A Gazeta Esportiva. Outros contam que era Frederico Menzen ou ainda Porphyrio da Paz (sabe-se que este não foi, pois prestava serviço militar em Natal, no período).

Em uma das histórias, um dos cartolas rivais ou dos jornalistas presentes teria afirmado: "Só se a moeda cair em pé!". E os dirigentes tricolores compraram a idéia, afinal éramos o Clube da Fé: "A moeda vai cair em pé!". O São Paulo tratou de se reforçar mais ainda. Trouxe Zezé Procópio, Noronha, Ruy, Zarzur e Sastre - que os rivais chamavam de "Desastre", por considerá-lo velho - e o time deslanchou.  

No dia 3 de outubro de 1943, após uma belíssima campanha e um empate em 0x0 com o Palmeiras, pois bem, a moeda caiu em pé e o São Paulo sagrou-se pela segunda vez campeão paulista em sua história, a primeira desde 1935. Há exatos 70 anos!

 

 

  • JOGO DO TÍTULO
03.10.1943
São Paulo (SP)
Estádio Municipal de São Paulo (Pacaembu)

SÃO PAULO Futebol Clube 0 X 0 Sociedade Esportiva PALMEIRAS

SPFC: King; Piolim e Virgílio; Zezé Procópio, Zarzur e Noronha; Luizinho (capitão), Antonio Sastre, Leônidas, Remo e Pardal. Técnico: Joreca.

SEP: Oberdan, Junqueira e Osvaldo; Brandao, Og Moreira e Dacumo; Caxambu, Gonzales, Cabeção, Villadoniga e Canhotinho. Técnico: Del Debbio.

Árbitro: Carlos de Oliveira Monteiro "Tijolo"
Renda: Cr$ 552.577,00
Público: 42.143 pagantes

 

  • CAMPANHA
Fase única - Turno

21.03.1943 - 4 X 1 - COMERCIAL Futebol Clube (São Paulo - SP)
27.03.1943 - 1 X 2 - Clube Atlético YPIRANGA (SP)
04.04.1943 - 5 X 1 - SPR - SÃO PAULO RAILWAY Athletic Club (SP)
11.04.1943 - 4 X 2 - JABAQUARA Atlético Clube (SP)
18.04.1943 - 1 X 1 - Associação PORTUGUESA de Desportos (SP)
02.05.1943 - 1 X 2 - Sport Club CORINTHIANS Paulista (SP)
08.05.1943 - 1 X 1 - Clube Atlético JUVENTUS (SP)
16.05.1943 - 6 X 1 - SANTOS Futebol Clube (SP)
30.05.1943 - 8 X 1 - Associação Atlética PORTUGUESA (Santos - SP)
13.06.1943 - 2 X 1 - Sociedade Esportiva PALMEIRAS (SP)

Fase única - Returno

04.07.1943 - 2 X 1 - SPR - SÃO PAULO RAILWAY Athletic Club (SP)
18.07.1943 - 2 X 1 - COMERCIAL Futebol Clube (São Paulo - SP)
24.07.1943 - 3 X 2 - JABAQUARA Atlético Clube (SP)
01.08.1943 - 2 X 1 - Clube Atlético YPIRANGA (SP)
07.08.1943 - 3 X 0 - Associação PORTUGUESA de Desportos (SP)
14.08.1943 - 9 X 0 - Associação Atlética PORTUGUESA (Santos - SP)
22.08.1943 - 3 X 2 - Clube Atlético JUVENTUS (SP)
05.09.1943 - 2 X 0 - Sport Club CORINTHIANS Paulista (SP)
12.09.1943 - 4 X 1 - SANTOS Futebol Clube (SP)
03.10.1943 - 0 X 0 - Sociedade Esportiva PALMEIRAS (SP)

 

  • CLASSIFICAÇÃO FINAL
P
Time
PT JG V E D GM GS SG
1 São Paulo FC 33 20 15 3 2 63 22 41
2 SC Corinthians P 32 20 15 2 3 71 28 43
3 SE Palmeiras 31 20 14 3 3 53 20 33
4 CA Juventus 23 20 9 5 6 49 31 18
5 CA Ypiranga 23 20 11 1 8 41 40 1
6 Santos FC 21 20 10 1 9 45 39 6
7 A Portuguesa D 21 20 9 3 8 39 34 5
8 Comercial FC (São Paulo) 12 20 5 2 13 37 53 -16
9 AA Portuguesa (Santos) 10 20 4 2 14 32 81 -49
10 São Paulo Railway AC 9 20 4 1 15 38 77 -39
11 Jabaquara AC 5 20 2 1 17 30 73 -43