São Paulo F.C



Em 2005, um jogador a menos e goleada inesperada

Nos quinze minutos finais, o Tricolor emplacou goleada contra o Coritiba no Couto Pereira

Lance_Cicinho.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net - Cicinho foi o destaque da partida (Imagem de Arquivo)

Após ser campeão da Copa Libertadores da América de 2005, o São Paulo passou por um período de ressaca em jogos do Campeonato Brasileiro daquele ano enquanto aguardava a hora de decidir o Mundial de Clubes, no Japão. Ainda assim, o time se recuperou e conseguiu boas vitórias naquela competição. A goleada em cima do Coritiba, no dia 11 de setembro, foi uma delas. E uma das mais improváveis.

São Paulo e Coritiba empatavam em 1 a 1 quando, aos 29 minutos do segundo tempo, o lateral são-paulino Fábio Santos foi expulso. Curiosamente, nos quinze minutos finais e com um jogador a menos, o Tricolor deslanchou em campo: Marcou três gols e goleou o Coritiba, na casa do adversário, por 4 a 1.

Inesperadamente a partida tomou um rumo bem diferente do cenário que o início demonstrava. Logo aos sete minutos, Lugano cometeu pênalti em Caio. Contudo, Renaldo desperdiçou a cobrança chutando para fora. A reação, entretanto, veio com o próprio Lugano, que aos 21 minutos sofreu o pênalti que Rogério Ceni cobrou e abriu o placar para o Tricolor.

O Coritiba só empatou o jogo aos 38 minutos do primeiro tempo, quando Capixaba entrou na área em posição duvidosa e rebateu o cruzamento rasteiro que veio da direita para o fundo do gol do capitão Rogério Ceni. No intervalo, o técnico são-paulino preferiu tirar o improvisado Richarlyson, na lateral-esquerda, e colocar Fábio Santos (também escalou Souza no lugar de Renan).

Fábio Santos conseguiu ser expulso ao receber dois cartões amarelos em dois minutos. Autuori reajustou o time ao colocar o então promissor Hernanes como lateral-esquerdo, sacando o atacante Diego Tardelli. Tudo resolvido. Em dez minutos o São Paulo liquidou o jogo. Aos 35 minutos, Cicinho cobrou falta lançando a bola na cabeça de Christian, que desempatou. Quatro minutos depois, aos 39, foi a vez do calouro Hernanes ampliar o marcador pegando o rebote de outra jogada do lateral-direito.

Cicinho, após duas grandes intervenções que resultaram em gol, foi recompensado com o próprio aos 42 minutos, quando recebeu passe de Souza, invadiu a área e tocou na saída do goleiro, fechando o placar. São Paulo 4 a 1.

 

CORITIBA 1 X 4 SÃO PAULO

Competição: Campeonato Brasileiro de 2005
Local: Estádio Major Antônio do Couto Pereira (Alto da Glória)
Data: 11 de setembro de 2005.
Árbitro: Alicio Pena Junior
Renda: R$ 131.555,00
Público: 16.979

SPFC: Rogério Ceni; Cicinho, Edcarlos, Diego Lugano e Richarlyson (Fábio Santos); Renan (Souza), Mineiro, Josué e Danilo; Diego Tardelli (Hernanes) e Christian. Técnico: Paulo Autuori
Gols: Rogério Ceni (pênalti); Christian; Hernanes; Cicinho    
Expulsões: Fábio Santos    

CFC: Douglas; James, Vagner, Flávio e Ricardinho (Souza); Reginaldo Nascimento (capitão), Douglas Peruíbe, Jackson e Luís Carlos Capixaba; Caio (Alcimar) e Renaldo (Marcelo Peabiru). Técnico: Cuca
Gols: Luís Carlos Capixaba, 38/1