São Paulo F.C



Em 1983, Darío Pereyra marcou o gol da vitória contra o Santos

A vitória ajudou o São Paulo a superar a equipe santista na semifinal do Campeonato Paulista de 1983

dario-foto-jose-pinto.jpg

Por Divulgação / José Pinto - Darío Pereyra marcou o gol que deu a vitória ao São Paulo (Foto do jogo)

Na primeira partida da semifinal do Campeonato Paulista de 1983, em um sábado à noite, no Morumbi, o São Paulo enfrentou e venceu o Santos por 2 a 1, praticamente assegurando classificação à final da competição daquele ano (a equipe praiana, após esse resultado, teria que vencer o jogo de volta no tempo regulamentar e na prorrogação para eliminar o Tricolor - e o jogo acabou empatado em 1 a 1).

Neste primeiro encontro, o São Paulo usufruiu da vantagem do empate por ter melhor campanha nas fases anteriores do torneio. Assim armou um esquema mais sólido, centrado na defesa e com somente o centro-avante Marcão à frente, saindo em jogadas de contra-ataque rápidos com Renato e Zé Sérgio, exímios nesse tipo de lance.

Todavia, o Santos ameaçou o gol são-paulino de Waldir Peres logo aos três minutos de jogo, com Serginho, o Chulapa, com um forte chute em que a bola passou rente ao travessão. A seguir, foi a vez de Pita, aos nove minutos, mandar a bola realmente no travessão, em cobrança de falta. A sorte parecia estar ao lado do São Paulo - e estava. Aos 44 minutos do primeiro tempo, nova bola no travessão de Waldir Peres: Serginho, em um rebote, quase abriu o placar.

No segundo tempo, o São Paulo voltou mais ágil, saindo com mais velocidade e surpreendeu o Santos aos dez minutos: Márcio cometeu falta em Zé Sérgio, que Marcão bateu rapidamente, pegando o goleiro Marola desprevenido. São Paulo 1 a 0. O Santos, nos 15 minutos a seguir, entrou em ligeiro colapso e o Tricolor não ampliou o placar por detalhes.

Entretanto, a equipe santista chegou ao empate em uma jogada de linha de fundo em que Serginho, livre, escorou de pé esquerdo para o gol. Os jornalistas especializados apontariam o empate como um resultado justo, mas a sorte definitivamente estava com o São Paulo, e aos 46 minutos, nos acréscimos, em jogada ensaiada na cobrança de falta, Paulo ameaçou o chute, Humberto de calcanhar passou a bola para o zagueiro Darío Pereyra que bateu forte e surpreendeu o goleiro santista, que não teve chances. Gol do São Paulo, o gol da vitória! Fim de jogo e festa são-paulina no Morumbi.

SÃO PAULO 2 X 1 SANTOS

Competição: Campeonato Paulista
Local: Morumbi
Data: 03/12/1983
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschilla
Renda: CR$ 54.597.000,00
Público: 42.287 pagantes

Gols do São Paulo: Marcão e Darío Pereyra
Gol do Santos: Serginho

SÃO PAULO: Waldir Peres; Paulo, Oscar, Darío Pereyra e Nelsinho; Zé Mário, Renato e Humberto; Paulo César, Marcão (Fabinho) e Zé Sérgio. Técnico: Mário Travaglini.

SANTOS: Marola, Toninho Oliveira, Marcio (Davi), Toninho Carlos, Paulo Robson, Lino, Paulo Isidoro, Pita, Gresinho, Serginho, João Paulo.