São Paulo F.C



Em 1989, o São Paulo eliminou o Bragantino no Paulistão

Em partida válida pela semifinal da competição, o Tricolor venceu por 2 a 0

rai.jpg

Por Divulgação / Assessoria - Raí foi o autor de um dos gols do jogo (foto de arquivo)

São Paulo e Bragantino, adversários desta noite de sábado, se confrontaram pelas semifinais do Campeonato Paulista de 1989. O time de Bragança, comandado por Vanderlei Luxemburgo, causava "frisson" por ter eliminado o líder disparado da competição até então (o Palmeiras).

Na primeira partida dos confrontos decisivos, ocorrida em Bragança Paulista, o São Paulo levou a melhor, vencendo por 2 a 0. Gols de Mário Tilico e Raí.

O primeiro gol, aos 31 do primeiro tempo, saiu de uma falha do zagueiro bragantino Nei, que não soube recuar uma bola para o goleiro. Mário Tilico (sempre decisivo contra o Bragantino: Foi dele o gol do título do Brasileiro de 1991 sobre o time do interior) se infiltrou no meio dos dois e chutou a bola com efeito para o gol, mesmo sem ângulo.

Já o segundo e conclusivo gol aconteceu aos 31min do segundo tempo, com cruzamento de Zé Teodoro para Raí, que de cabeça mandou a bola para as redes.

Esta vitória abriu o caminho para o São Paulo chegar a final do Campeonato Paulista de 1989, onde lá enfrentou e derrotou o São José, sagrando-se Campeão Paulista pela 16ª vez na história.

 

21.06.1989 Campeonato Paulista
Bragança Paulista (SP) Estádio Marcelo Stéfani
Clube Atlético BRAGANTINO (SP) 0 X 2 SÃO PAULO Futebol Clube (SP)

SPFC: Gilmar; Zé Teodoro, Adílson,  Ricardo Rocha e Nelsinho (Ronaldão);  Vizolli, Bobô e Raí; Mário Tilico, Ney Bala (Benê) e Edivaldo.

Técnico: Carlos Alberto Silva
Gols: Mário Tilico; Raí

Rival: Paulo César; Gil Baiano, Junior, Nei e João Batista; Souza (Cláudio Gaúcho), Valmir, Ivair e Zé Rubens; Gallo (Cláudio Abade) e Luiz Müller.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Árbitro: Wilson Carlos dos Santos

Renda: NCz$ 80.190,00
Público: 13.878