São Paulo F.C



Rigoni reencontra Benitez e diz: 'Muita vontade de começar'

Após conhecer o CT da Barra Funda na última quinta-feira (27), atacante passou por exames nesta sexta (28)

Lobos

Por Fellipe Lucena / saopaulofc - Rigoni e Benitez

O atacante argentino Emiliano Rigoni foi recebido pelo amigo Martín Benitez no CT da Barra Funda nesta sexta-feira (28). O novo reforço do São Paulo, que já havia conhecido o local na tarde de quinta (27), horas após desembarcar no Brasil, passou por exames ao longo desta manhã.

"Falei com Martín antes de vir, já nos conhecíamos do Independiente. Conversei também com o profe Ale Kohan, com quem também trabalhei lá. Me deram ótimas referências do clube, do elenco. Foi muito fácil tomar a decisão, porque aqui tem pessoas que eu conheço e sei como trabalham", disse Rigoni.

Juntos, Rigoni e Benitez conquistaram a CONMEBOL Sul-Americana em 2017. De lá, o atacante seguiu para o Zenit-RUS e ainda teve passagens por Atalanta-ITA, Sampdoria-ITA e Elche-ESP, seu último clube, antes de reencontrar o amigo no Tricolor.

"Para mim é algo muito lindo ter a possibilidade de estar no São Paulo, um clube tão grande. Estou feliz, orgulhoso. Tenho conhecidos aqui dentro do clube, eles me ajudaram a tomar a decisão de vir. Estou muito contente e com muita vontade de começar", declarou o reforço, que será apresentado na próxima semana, mas já vinha acompanhando a equipe do Morumbi antes mesmo de viajar ao país.

"Eu assisti à final do Paulista. Era muito tarde na Espanha, mas era uma final, queria acompanhar. Fiquei muito feliz, porque chegar com um título vencido pelos meus companheiros é muito bom, isso deixa o ambiente leve e ratifica o trabalho que todos estão fazendo aqui".

O atleta de 28 anos também falou sobre a possibilidade de trabalhar com Hernán Crespo, outro argentino que o recepcionou nesta manhã:

"Para nós, argentinos, Hernán é uma referência. Ele marcou uma época na seleção, todos sabemos o que ele fez como jogador e agora como técnico está fazendo coisas muito bem também, inclusive aqui no São Paulo. Foi uma motivação ainda maior para vir".