São Paulo F.C



Hernán Crespo é o novo técnico do São Paulo

Treinador argentino assinou contrato válido por dois anos

SITE.png

Hernán Crespo é o novo técnico do São Paulo Futebol Clube! Nesta sexta-feira (12), o ex-atacante argentino assinou contrato válido por dois anos.

“Depois de uma avaliação bastante técnica, cuidadosa e criteriosa, em que consultamos diferentes profissionais, entendemos que Hernán Crespo se encaixa perfeitamente no que pensamos para o São Paulo. Ele tem uma história vitoriosa, foi grande atleta e é um técnico muito promissor. Teremos um comandante com mentalidade vencedora e o DNA são-paulino”, disse o Presidente Julio Casares.

Dono de um dos currículos mais respeitados do futebol, o novo comandante chega ao Morumbi após a conquista da Copa Sul-Americana de 2020 pelo Defensa y Justicia (ARG). O inédito troféu foi garantido com campanha invicta: seis vitórias e três empates.

Ao lado do treinador, também chegam ao clube para compor a comissão técnica: Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho).

A carreira de Crespo como treinador começou na Itália: ele trabalhou nas categorias de base do Parma na temporada 2014/15 e dirigiu a equipe profissional do Modena em 2015. Depois, retornou ao futebol argentino para assumir o Banfield, em 2018/19, partindo em seguida para o Defensa y Justicia (2020/21).

Hernán Crespo foi um dos grandes atacantes da Argentina e construiu a sua carreira com muitos gols e conquistas importantes, como a Copa Libertadores da América (1996) e a Copa da UEFA (1998/99), além de competições nacionais na Argentina, na Itália e na Inglaterra.

No currículo, o ex-centroavante tem a disputa de três Copas do Mundo pela seleção de seu país - 1998 (na França), 2002 (no Japão e na Coreia do Sul) e 2006 (na Alemanha) – e a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 1996, nos Estados Unidos.

Ao longo de sua trajetória como atleta, ele defendeu grandes clubes do futebol mundial: River Plate (ARG), Parma (ITA), Lazio (ITA), Internazionale (ITA), Chelsea (ING) e Milan (ITA).

HERNÁN CRESPO

Nome: Hernán Jorge Crespo
Data: 05/07/1975 (45 anos)
Local de nascimento: Florida Este, na Argentina

Clubes como treinador: Parma-ITA (2014/2015, categoria de base), Modena-ITA (2015/2016), Banfield-ARG (2018-2019), Defensa y Justicia-ARG (2020-2021) e São Paulo (desde 2021)

Título: Copa Sul-Americana 2020

Clubes como jogador: River Plate-ARG (1993-1996), Parma-ITA (1996-2000), Lazio-ITA (2000-2002), Internazionale-ITA (2002/2003), Chelsea-ING (2003-2008), Milan-ITA (2004/2005), Internazionale-ITA (2006-2008), Genoa-ITA (2009/2010) e Parma-ITA (2010-2012)

Títulos como jogador: Campeonato Argentino (Apertura de 1993 e 1994), Copa San Martin  (1993), Copa de Ouro (1995), Copa Revancha (1993, 1995 e 1996), Copa Desafio (1995 e 1996), Copa Libertadores da América (1996), Copa da Itália (1998/99), Supercopa da Itália (1999, 2000, 2004, 2006 e 2008), Torneio Birra Moretti (1999), Copa da UEFA (1998/99), Troféu Luigi Berlusconi (2005), Campeonato Inglês (2005/06), Supercopa da Inglaterra (2005), Campeonato Italiano (2006/07, 2007/08 e 2008/09), Troféu TIM (2003 e 2007) e Torneio Birra Moretti (2007)

Conquistas com a Seleção Argentina: Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1995, Medalha de Prata dos Jogos Olímpicos de 1996 e Medalha de Prata na Copa América de 2007

Copas do Mundo: 1998 (na França), 2002 (no Japão e na Coreia do Sul) e 2006 (na Alemanha)

Artilharias e prêmios individuais: Maior artilheiro da história do Parma (95 gols em 202 jogos), Artilheiro do Torneio Clausura Argentino de 1994 (11 gols), Artilheiro dos Jogos Olímpicos de 1996 (seis gols), Concorrente ao Prêmio Bola de Ouro (1997, 1999 e 2001), Artilheiro do Campeonato Italiano de 2000/01 (26 gols), Artilheiro das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2002 (nove gols), Artilheiro da Copa da Itália de 1998/99 (seis gols) e 2007/08 (quatro gols), Integrante do FIFA 100 (2004), Prêmio FIFA Chuteira de Prata da Copa do Mundo de 2006 (vice artilheiro, com três gols) e Seleção da Copa do Mundo de 2006