São Paulo F.C



Embalado por sequência positiva, elenco inicia 'nova intertemporada'

Tricolor abre nesta terça-feira (30) o período de preparação para encarar o Santos no dia 10 de agosto

8973.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Após bater o Fluminense (2 x 1) no último sábado (27), o Tricolor entraria em campo no próximo final de semana para enfrentar o Athletico-PR na sequência do Campeonato Brasileiro. No entanto, com a participação do clube paranaense na Levain Cup – antiga Copa Suruga -, o confronto foi adiado pela CBF.

Desta forma, o São Paulo entrará em campo apenas no dia 10 de agosto, às 17h, no Morumbi, para encarar o Santos em duelo válido pela 14ª rodada. A ‘nova intertemporada’, após a sequência positiva depois da pausa para a Copa América, embala o elenco para este período de preparação que começará nesta terça-feira (30).

“Teremos duas semanas para trabalhar, ajustar o time e definir a escalação para o clássico. Temos um elenco com grandes jogadores, e não apenas 11 titulares. Quem tem entrado, tem entrado bem. Então podemos aproveitar isso para acirrar ainda mais a disputa sadia por um lugar na equipe”, disse Cuca.

Na parada no calendário do futebol brasileiro para a disputa da Copa América, o Tricolor teve 20 dias de preparação antes de retomar a competição nacional. Agora, entre a vitória no Maracanã e o San-São, serão 13 dias de intervalo.

“A comissão técnica vai aproveitar este período para trabalhar tudo, realizar os ajustes e buscar a evolução, porque é preciso melhorar sempre. Vamos aproveitar essas duas semanas para evoluir em todos os setores: defesa, meio e ataque, além de aprimorar a forma física e algumas questões técnicas”, analisou o lateral-esquerdo Reinaldo.

Após o torneio continental, o Tricolor conquistou sete dos nove pontos disputado - Palmeiras (1 x 1), Chapecoense (4 x 0) e Fluminense (2 x 1) – e entrou na briga pelas primeiras colocações. “E que nossa equipe consiga manter o embalo no clássico contra o Santos, porque é fundamental defender esta sequência positiva”, concluiu Tchê Tchê.