São Paulo F.C



"O estafe em todos os setores faz do São Paulo um lugar diferente para se trabalhar"

Fernando Diniz avaliou a vitória no Majestoso e exaltou a estrutura do Tricolor

A estreia de Fernando Diniz no Morumbi foi pra lá de especial: com vitória no clássico! Com atuação dominante, o Tricolor venceu o Corinthians por 1 a 0 neste domingo (13) e embolou a disputa por um lugar no G4 do Campeonato Brasileiro.

“O São Paulo mereceu a vitória. Tínhamos que tomar cuidado com os contra-ataques do Corinthians, e na tentativa de se preservar muito, nos arriscamos menos do que deveria. No segundo tempo, ajustamos para ser um time mais agressivo com a posse, que a gente tinha treinado, e conseguimos fazer isso. A gente procurou retomar a bola antes”, disse o treinador, que emendou.

“Temos que valorizar o que o São Paulo fez, porque o placar poderia ter sido, pelo menos, 2 a 0 para o São Paulo. A gente não sofreu em nenhum momento. Soubemos controlar o Corinthians com a posse, evitando o contra-ataque e a bola parada. Acho que poderíamos ter saído com um placar maior, muito pelo mérito do São Paulo que soube jogar contra o Corinthians”, analisou o comandante, que elogiou a torcida e destacou a estrutura do clube.

“Aproveito a oportunidade para agradecer o apoio do torcedor, que fez diferença. Espero que a gente consiga trazer mais alegrias. O São Paulo tem uma estrutura muito boa, foi um dos pioneiros em modernização, mas o estafe em todos os setores é o que faz do São Paulo um lugar diferente para se trabalhar. Além de excelentes profissionais, são pessoas muito generosas, todos: segurança, departamento médico, assessoria de imprensa e o próprio Presidente, uma pessoa muito afável que está sempre lá contribuindo, abraçando os jogadores e tratando todo mundo pelo nome. O São Paulo merece, num todo, viver dias bem melhores”, destacou.

Agora, o Tricolor detém os mesmos 43 pontos do arquirrival e está na cola do G4: na quinta colocação, superado pelo Corinthians apenas pelo saldo de gols – 27 a 26. Na próxima quarta-feira (16), às 21h, o São Paulo enfrentará o Cruzeiro, no Mineirão, na sequência do torneio nacional.

“O São Paulo pode chegar muito longe, e temos que pensar sempre no melhor. É trabalhar treino a treino, jogo a jogo, mas o São Paulo sempre vai entrar para vencer o jogo. A postura do time vai ser sempre agressiva, encarando o adversário de peito aberto. Acredito que essa equipe tem muito para evoluir em termos de qualidade de jogo e pontuação no campeonato”, analisou Diniz, que completou.

“A equipe pode fazer jogos cada vez melhores. A equipe tem tudo para evoluir durante o campeonato. Ganhou a equipe hoje que conseguiu se impor, não só pelo modelo de jogo, futebol é mais que isso. Os jogadores têm se entregado de uma maneira muito forte para vencer os jogos. A parte tática é um subproduto do principal, que são as relações que o time vai estabelecendo entre seus elementos. Os jogadores têm uma ótima convivência. Nós, trabalhando juntos, a tendência é sempre melhor, não temos limites para melhorar. O futebol, às vezes, se confunde com a minha própria vida. Temos que fazer o melhor possível. Todos os dias que vamos lá treinar é um dia sagrado para fazermos o melhor e colher coisas boas”, concluiu.