São Paulo F.C



No auge de suas carreiras, Volpi e Pablo recebem as boas-vindas no São Paulo

Goleiro e atacante foram apresentados nesta quinta-feira (3) e concederam entrevista coletiva

Após as apresentações de Igor Vinícius e Léo, o goleiro Tiago Volpi e o atacante Pablo vestiram a camisa tricolor nesta quinta-feira (3) e receberam as boas-vindas do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva e do executivo de futebol Raí.

> IGOR VINÍCIUS E LÉO TAMBÉM VESTEM A CAMISA!

“Aqui está materializada a ambição. Um projeto de ter uma equipe para nos levar aos maiores patamares. É uma grande alegria poder, hoje, levar ao torcedor são-paulino, a quem devemos tanto, a alegria de apresentar o Pablo e o Volpi”, afirmou Leco.

"Acabamos de apresentar dois jovens e, agora, dois jogadores já confirmados e com reconhecimento. Dois exemplos de jogadores que estão em outro estágio da carreira. E confirma o equilíbrio do elenco, que será comandado pelo Jardine. Também tivemos as chegadas do Carlinhos Neves, do Sandro Forner, como auxiliar, e do Vagner Mancini, como coordenador de técnico de futebol”, disse Raí.

Após a recepção dos dirigentes, a dupla festejou a chegada ao São Paulo. “Estou contente e motivado com esse desafio. E venho com a intenção de construir a minha história. A pressão ela vai muito do que a gente pode pensar, mas não temos de encarar como pressão, e sim como uma grande oportunidade. Venho solto, com vontade de fazer a minha história aqui dentro”, revelou Volpi, que usará o número 23.

Apontado com um dos principais arqueiros do futebol mexicano, referência e capitão do Querétaro, o goleiro se encantou com o projeto apresentado pelo São Paulo e agora realiza o desejo de voltar a atuar no Brasil. Destaque do Figueirense entre 2012 e 2014, Volpi vinha atuando desde 2015 no México.

“Minha intenção é poder fazer história e alcançar o meu espaço aqui. É uma responsabilidade grande, mas se não tivesse preparado não teria aceitado esse desafio. É a realização de um sonho profissional, sabemos da grandeza do São Paulo. Agora é concretizar algo que começou há um tempo atrás, sinto que é a realização de um ciclo. E estou muito contente com o desfecho dessa história. Pela grandeza, pelo namoro antigo. Estou muito feliz e realizado”, completou.

Assim como o arqueiro, Pablo também festejou o final feliz na negociação com o Tricolor. “Desde pequeno, vi o São Paulo ser campeão. E espero ser campeão aqui também. É um clube vencedor: três vezes campeão da Libertadores e do Mundial. Estou muito contente mesmo de vestir a camisa do São Paulo. O projeto a longo prazo do São Paulo. É um desafio e espero ser campeão no clube”, afirmou o atacante, que utilizará o número 12.

Cobiçado por vários clubes do Brasil, o jogador escolheu o Tricolor, aprovou o projeto apresentado pela diretoria são-paulina e assinou contrato válido até o fim de 2022. Pablo, de 26 anos, terminou a temporada com o título da Copa Sul-Americana, torneio no qual também se sagrou artilheiro, com cinco gols. No Brasileirão, ficou em terceiro lugar na artilharia, com 12 gols.

“Estou no melhor momento da minha carreira. Muito feliz por vestir a camisa do São Paulo. Sei das responsabilidades que terei, mas quero ajudar a fazer história. Fui muito feliz ano passado, e, hoje, estou numa nova etapa, um novo ciclo. É um sonho ser campeão da Libertadores. E ser campeão pelo clube que mais ganhou, é uma emoção maior. Temos tudo para fazer um grande ano, porque a equipe está ganhando corpo. Tenho certeza que a equipe vai fazer um grande ano. Espero, sim, ser campeão da Libertadores”, finalizou.