São Paulo F.C



Após gol e câimbra, Liziero tranquiliza: "Estou bem"

Jogador, que deixou o duelo com o Colón-ARG (1 x 0) com dor muscular, agradeceu o apoio da torcida

ed095c9c-d152-4cf3-8f85-71498dd7fac8.JPG

Por Pato Aguilera

O duelo com o Colón-ARG (1 x 0) na noite da última quinta-feira (16), na Argentina, pela Sul-Americana, foi de fortes emoções para o jovem Liziero: do capítulo final ao marcar o seu primeiro gol pelo time principal às dores que o tiraram do gramado já nos instantes finais da partida.

“Foi um jogo tenso, com o campo pesado que exigiu bastante, então tive câimbras. Infelizmente não deu para continuar, porque puxou muito o musculo, mas não foi lesão. Estou me recuperando das dores para ficar 100% para o domingo”, afirmou o volante, que batalhou até onde deu para tentar ajudar os companheiros em Santa Fé.

“Eu não estava cansado, mas as dores impossibilitaram que eu seguisse no campo. Tentei até onde deu para tentar ajudar os meus companheiros, porque este é o espírito do nosso grupo, mas já não tinha mais mobilidade. Ainda está um pouco dolorido, mas estou bem”, acrescentou o volante.

Pelas redes sociais, o jogador revelado no CFA Laudo Natel recebeu inúmeras mensagens dos torcedores. “A torcida me apoiou bastante e demonstrou preocupação, mas felizmente não era uma lesão. Também recebi mensagens pelo gol, e agradeço este carinho do torcedor são-paulino”, disse.

E o primeiro gol de Liziero pelo Tricolor foi uma pintura: aos 26 minutos do segundo tempo, o volante aproveitou sobra na entrada da área e encheu o pé para balançar as redes. “Foi um momento especial. Quando eu vi que a bola iria na minha direção, pensei: ‘Ou faço o gol daqui, ou mando para fora do estádio (risos), porque peguei de primeira”, brincou o meio-campista, que emendou.

“Foi um sentimento único, e que só não foi completo porque não conquistamos a classificação. Mas temos que seguir em frente, porque domingo já tem mais. Contamos com o apoio do nosso torcedor para encarar a Chapecoense, porque ele já mostrou que é fundamental para empurrar o time”, finalizou.