São Paulo F.C



Imprevisto, participação no gol e vibração: a estreia de Jean

Na vitória sobre o CRB (2 x 0), goleiro herdou o lugar de Sidão, que se lesionou durante o aquecimento

4597.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Momentos antes de a bola rolar para o duelo com o CRB-AL na noite desta quarta-feira (28), no Morumbi, o Tricolor sofreu uma baixa de última hora: Sidão sentiu dores no adutor direito durante o aquecimento e teve que ser substituído por Jean, que estreou pelo São Paulo em grande estilo na vitória sobre os alagoanos por 2 a 0 no duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Além de celebrar o seu primeiro jogo pelo clube sem sofrer gol, o goleiro ainda foi decisivo: iniciou a jogada que resultou o gol de Éder Militão aos 41 minutos: o arqueiro lançou o lateral-direito, que tabelou com Cueva e apareceu com oportunismo para balançar as redes e ampliar a vantagem são-paulina.

“Muito bom para um goleiro estrear sem tomar gol, mas o mérito não é só do goleiro. Não tive muito trabalho, porque a zaga ajudou muito e os jogadores da frente perdiam e reagiam, algo que o Dorival pede. Espero que quando tiver trabalho, consiga ajudar”, avaliou o camisa 1, que emendou.

“Fiquei um pouco triste, porque minha estreia foi por lesão de um companheiro. Espero que o Sidão volte o mais rápido possível, ele é importante para o time, mas meu sonho era estrear e estou muito feliz. Eu me preparei para isso. Ainda falta um pouco de ritmo e de entrosamento com a equipe, mas nada que uma ou duas partidas supere”, afirmou Jean, que falou sobre o lance que rendeu o gol de Militão.

“Vi o Militão livre, dei o passe e felizmente saiu o gol. É algo que o Dorival usa, grandes clubes fora do país usam, como o Manchester City. A gente viu que funciona, hoje consegui fazer um bom passe e saiu o gol. Clubes que usam isso e souberam aproveitar, é algo que trabalhamos bastante e está dando resultado. Tanto eu quanto o Sidão, que faz muito bem”, finalizou.