São Paulo F.C



Helinho, gol recordista #MadeInCotia

Meia-atacante é o primeiro atleta revelado no CFA a marcar gol na estreia pelo time principal

4846.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

“Foi um momento inesquecível”. As palavras de Helinho resumem a sua estreia pelo time principal no último domingo (4), no Morumbi, diante do Flamengo (2 x 2). Com apenas cinco minutos em campo, após entrar na volta do intervalo, o meia-atacante marcou um golaço e escreveu um capítulo histórico: primeiro atleta revelado no CFA a marcar gol na estreia.

E que personalidade e categoria para balançar as redes! O camisa 37 recebeu passe de Luan pela ponta, trouxe para o meio, se livrou de dois marcadores e encheu o pé para anotar o segundo gol são-paulino na partida. Golaço! O chute foi certeiro e não deu chances ao goleiro adversário, que nada pôde fazer.

Antes do feito de Helinho, o ‘recorde #MadeInCotia’ pertencia ao zagueiro Alex Silva (2006) e aos atacantes Lucas Gaúcho (2010) e David Neres (2016), que balançaram as redes no segundo confronto pelo São Paulo – o defensor marcou na vitória sobre a Ponte Preta (3 x 1), enquanto o Lucas Gaúcho anotou no empate com o Vasco da Gama (1 x 1) e Neres contra a Ponte Preta (2 x 0).

Desde 2010 – se computados todos os estreantes pelo clube -, um jogador não balançava as redes com tão pouco tempo em campo. O último foi Fernandinho, que brilhou na Arena Barueri ao marcar quatro gols e comandar a goleada tricolor sobre o Monte Azul por 5 a 1. Na ocasião, o atacante anotou o primeiro tento com apenas quatro minutos em campo.

Confira a lista com os gols mais rápidos #MadeInCotia pelo time principal:

  • Helinho - na estreia – Brasileiro 2018 – Flamengo (2 x 2)
  • Alex Silva - no segundo jogo – Brasileiro 2006 – Ponte Preta (3 x 1)
  • Lucas Gaúcho - no segundo jogo - – Brasileiro 2010 – Vasco da Gama (1 x 1)
  • David Neres – no segundo jogo – Brasileiro 2016 – Ponte Preta (2 x 0)
  • Casemiro - no terceiro jogo – Brasileiro 2010 – Cruzeiro (2 x 2)
  • Ewandro – no terceiro jogo – Paulista 2016 – Rio Claro (6 x 3)
  • Brenner – no quarto jogo – Brasileiro 2017 – Bahia (1 x 1)
  • Ademilson – no sexto jogo – Brasileiro 2012 – Figueirense (2 x 0)
  • Lucão – no sexto jogo – Copa do Brasil 2014 – CRB-AL (3 x 0)
  • Lucas Moura – no sétimo jogo – Brasileiro 2010 – Atlético-MG (3 x 2)
  • Henrique – no sétimo jogo – Paulista 2010 – Grêmio Barueri (3 x 1)