São Paulo F.C



São Paulo define negociação, e Pratto se despede

Atacante acertou nesta segunda-feira (8) a sua ida para o River Plate, da Argentina

6929.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo definiu nesta segunda-feira (8) a venda do atacante Lucas Pratto para o River Plate, da Argentina. O centroavante se despediu dos companheiros após as atividades desta tarde, no CT da Barra Funda, e seguirá para Buenos Aires para assinar contrato com a sua nova equipe.

Para acertar a negociação, o clube atendeu a solicitação do jogador: Pratto necessita resolver questões familiares, e por esta razão quis retornar ao seu país de origem. O São Paulo agradece e destaca o profissionalismo do atleta, que nunca deixou o compromisso de lado no período em que defendeu o time.

“A negociação veio depois de um pedido por motivos pessoais do Lucas, compreensíveis, e de um momento quase insuperável. Ele, com muito profissionalismo, fez questão de que o São Paulo fosse recompensado, caso saísse. Nunca foi desejo do São Paulo a saída dele, era um dos pilares do grupo. Ele queria que o São Paulo fosse recompensado na mesma intensidade da época da contratação”, explicou o executivo de futebol Raí, que completou.

“Levamos isso em consideração. As negociações foram definidas hoje à tarde. Nosso gerente executivo de futebol, Alexandre Pássaro, terminou os últimos detalhes da negociação. E depois desse desfecho foi decretado o acordo e a definição como ele queria de voltar para a Argentina”, acrescentou.

Na sequência, Pratto falou sobre a sua saída. “Queria deixar bem claro o esforço do Raí e do clube para eu ficar no São Paulo. Eles sabem que o meu pedido foi especificamente por uma questão complicada com a minha filha na Argentina. Seria o meu quarto ano no Brasil e a minha filha não me queria longe. É algo mais complicado. O São Paulo fez todo esforço para eu ficar. Minha resposta é de agradecimento. Disse que só sairia se fosse para um clube da Argentina. Da Europa ou China, também não iria sair”, disse o centroavante, que completou.

“Queria sair ou pedir para sair se houvesse uma proposta da Argentina e atendesse aos valores que o São Paulo merece pelo esforço que fez ano passado por mim. Escutei que estava saindo porque não gostei do projeto. É mentira. Falei ano passado que estava com vontade de ter um 2018 bom com São Paulo. Mas quem tem filho sabe”, finalizou.

Cobiçado por diversas equipes, o centroavante chegou ao Tricolor no início de 2017 após defender o Atlético-MG. Logo na estreia, o então camisa 14 deixou a sua marca: balançou as redes no duelo com o Mirassol (2 x 2) pelo Campeonato Paulista, no Morumbi, no dia 18 de fevereiro. De lá para cá, o argentino fez 48 jogos e marcou 14 gols.