São Paulo F.C



Lucas Pratto vê clássico como "jogo chave"

Para atacante, caso conquiste a segunda vitória consecutiva, a equipe ficará mais confiante e com moral para sequência do Brasileirão

pratto7.JPG

Por Renata Lutfi / saopaulofc.net

O São Paulo enfrenta neste domingo (24), às 11h, no Morumbi, o Corinthians, pela 25a rodada do Campeonato Brasileiro. Mais do que os três pontos, para o Tricolor, vencer o jogo significa sair da parte de baixo da tabela e confirmar o bom trabalho que vem sendo feito nas últimas rodadas, nem sempre coroados com a vitória. Para Lucas Pratto, o Majestoso será um jogo chave.

Para o atacante, o jogo contra o Vitória, em Salvador, mostrou a qualidade do time do São Paulo, que jogou bem, brigou por todas as bolas durante os 90 minutos e por fim, sai vitórioso como foi: 2 a 1 para o Tricolor, gols de Militão e Cueva, com o time baiano diminuindo apenas nos acréscimos do segundo tempo.

"O time mostrou uma postura de time que joga bem, brigamos por todas as bolas, fomos em todas divididas. Era um pouco do espirito que estava faltando, de acreditar que não tinha bola perdida. No último jogo fomos um time mais sólido, muito mais firme na defesa, na contrução das jogadas, o que nos deixa mais confiante para o clássico", disse o argentino.

Uma vitória no clássico contra o Corinthians será de grande valor para o São Paulo. Além dos três pontos, que garantem a equipe fora da zona de rebaixamento, Pratto sabe da importancia de uma vitória para os torcedores e acredita que elevará a moral de toda equipe para o restante da competição.

"Um jogo chave, o mais importante que teremos daqui para frente talvez. Se vencer o clássico, nos dará muita confiança para os próximos jogos, que serão bastante difíceis também. Ganhar o clássico contra nosso arquirrival nos deixaria com a moral muito alta, porque seriam duas vitórias consecutivas. E ainda chegaremos em boas condições de enfrentar o Sport, em casa, na sequência", explicou.

Os ingressos para a partida entre São Paulo e Corinthians estão esgotados, restando apenas ingressos para os proprietários de cadeiras cativas. Serão mais de 50 mil são-paulinos apoiando o Tricolor, no Morumbi.