São Paulo F.C



Rodrigo na Seleção: histórico, momento e projeção

Zagueiro fala sobre convocação e revela motivação extra para fortalecer a reação do clube no Brasileiro

9403.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Convocado nesta quinta-feira (10) para defender a Seleção Brasileira nos dois próximos jogos das Eliminatórias, Rodrigo Caio levará na bagagem os três tópicos ressaltados pelo técnico Tite durante o anúncio da lista: históricos na seleção e no clube, atual momento e projeção para o mundial - já que o Brasil garantiu a vaga de forma antecipada.

Enquanto luta para tirar o time de uma posição ruim no Campeonato Brasileiro, o zagueiro tem mostrado regularidade mesmo com as oscilações do time. “O nosso momento é difícil, mas vamos sair dessa e não falta trabalho. A convocação nesse momento me motiva ainda mais, traz confiança e ao mesmo tempo mostra que mesmo nessa fase adversa tenho conseguido manter uma regularidade e bons jogos. É fruto de muito trabalho e luta diária no São Paulo”, afirma o jogador, avaliando seu momento atual e o do clube.

O defensor também comentou sobre o seu histórico com a camisa amarelinha, que conta com o inédito ouro olímpico e cinco chamados anteriores para a equipe principal. “Fiz uma grande olímpiada com os meus companheiros e conquistamos o inédito ouro olímpico. Tem um peso grande. Nos treinos e nos jogos, assim como faço no São Paulo, sempre tentei manter um alto nível e acredito que assim mostrei que estou capacitado para jogar na seleção”, acrescentou.

Já classificado para a Copa do Mundo de 2018, o Brasil enfrentará o Equador no dia 31 de agosto, em Porto Alegre, e a Colômbia no dia 5 de setembro, em Barranquilla. De acordo com o comandante, a convocação para os confrontos com equatorianos e colombianos segue a programação da comissão técnica com a projeção para o mundial.

“Acredito que a convocação mostra que estou no caminho certo, e o trabalho tem sido observado. Meu grande sonho é disputar uma Copa do Mundo e vou batalhar por isso. Estou feliz em fazer parte deste momento da Seleção Brasileira e quero seguir com este empenho para conquistar o meu espaço. Sei que é importante manter o alto nível no São Paulo para seguir prestigiado, e isso me dá ainda mais motivação para defender o meu clube do coração”,

Esta foi a sexta convocação de Rodrigo para o selecionado principal. Antes, o são-paulino fora chamado para o amistoso contra o Panamá e a Copa América; para jogos contra Equador e Colômbia pelas Eliminatórias da Copa do Mundo (sendo nesta vez cortado posteriormente); para os confrontos contra Argentina e Peru, também pelo torneio sul-americano, em 2016; para o amistoso contra a Colômbia, este ano, e para o duelo com a Austrália, em junho, quando foi titular e deu uma assistência na goleada por 4 a 0.

Campeão olímpico no ano passado, Rodrigo Caio disputou 35 dos 45 jogos do Tricolor na temporada – segundo atleta do elenco que mais atuou - e balançou as redes uma vez. O chamado do camisa 3 para defender o país não desfalcará a equipe são-paulina, pois o Campeonato Brasileiro será paralisado para a disputa das Eliminatórias.