São Paulo F.C



Thiago Mendes se despede do Tricolor

Meio-campista, que tem proposta do Lille-FRA, manifestou a sua vontade de atuar no futebol europeu

Com proposta para atuar no Lille, da França, Thiago Mendes manifestou o seu desejo de atuar no futebol europeu e acertou nesta sexta-feira (30) a sua saída do São Paulo. O jogador, que chegou ao Tricolor em 2015, concedeu coletiva de imprensa ao lado do diretor executivo de futebol Vinícius Pinotti e se despediu do clube.

“Seguindo nossa linha de transparência na gestão, o Thiago Mendes foi negociado ontem (quinta-feira) à noite . Ainda não tem nada assinado, mas já existe acordo fechado. Nunca foi intenção do São Paulo negociá-lo, já que ele fazia parte do nosso projeto esportivo, mas o que pesou foi a vontade do atleta. Até por isso decidimos colocar isso para a comunidade são-paulina e torcida, para que não paire dúvidas sobre o que estamos fazendo aqui”, afirmou o dirigente são-paulino, que completou.

“O São Paulo fez de tudo para segurar o jogador, no começo não aceitou a proposta, mas o atleta nos abordou com o projeto de vida e de carreira na Europa, manifestou desejo de deixar o São Paulo. Não podemos manter um atleta que está com o foco lá fora. Chegamos a um valor bom para ambas as partes, e a transação saiu. A gente quer contar com os atletas que estão com a cabeça aqui. Não estou aqui para fazer julgamento de valor, mas sim para deixar tudo muito claro. Não queríamos vender o Thiago, queríamos que ele ficasse”, completou.

Thiago Mendes chegou ao Tricolor no início da temporada 2015 após se destacar pelo Goiás no Campeonato Brasileiro de 2014. De lá para cá, defendeu a equipe são-paulina em 147 partidas, marcou 12 gols e deu 11 assistências. No meio de campo, pelas pontas ou como ala, o camisa 23 se destacou pela versatilidade e foi um dos atletas mais presentes nas escalações neste período.

“Foi uma escolha minha sair. O presidente e o Pinotti fizeram de tudo para a minha permanência no São Paulo, tive todo o apoio deles e do Rogério Ceni, mas queria jogar na Europa. Agradeço ao São Paulo e por todos que sempre me ajudaram nesses três anos de casa. É uma decisão que só cabia a mim. Decidi sair do São Paulo. Tive uma conversa, mas sempre deixei claro que foi um sonho meu jogar na Europa. O São Paulo fez de tudo para me manter, mas eu decidi”, disse o volante, que emendou.

“Tivemos um papo bem aberto. Fui bem sincero no desejo que tenho de jogar na Europa. Os três fizeram de tudo para me segurar, mas era um grande desejo realizar este sonho. Só tenho de agradecer ao clube por tudo que fez por mim. Em momento nenhum, pesou a fase do São Paulo. Nenhum jogador gostaria de estar nessa situação, mas o São Paulo é grande e vai se recuperar, o Rogério está fazendo um grande trabalho”, finalizou.