São Paulo F.C



Convocação que dá moral em busca da reação

Chamado para defender a Seleção Brasileira motiva ainda mais Rodrigo Caio no Tricolor

Rio 2016

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Convocado e elogiado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira nos amistosos contra Argentina e Austrália, na cidade de Melbourne, em junho, o zagueiro Rodrigo Caio ganhou motivação extra para fortalecer o Tricolor em busca da reação na temporada.

“Sem dúvida, isso me dá mais motivação e mostra a grandeza do nosso clube, porque o treinador da seleção está de olho em todos os jogadores. Espero que isso também motive os meus companheiros, porque nossa meta é sair desta situação incômoda e brigar pelo título do Campeonato Brasileiro. Queremos um resultado positivo o quanto antes, e vou com tudo ao lado dos meus companheiros antes de seguir para a seleção”, afirmou o são-paulino, que foi elogiado por Tite.

“O Rodrigo trouxe merecimento, tanto técnico quanto de conduta. São as duas coisas que mais pesam. Ele é fundamental, tem um bom desempenho técnico. Fez uma grande Olimpíada, um ótimo jogo conta a Colômbia, esteve entre os três destaques”, avaliou o comandante da Seleção Brasileira durante a coletiva de imprensa desta sexta-feira (19), logo após o anúncio da lista com os jogadores convocados.

Esta é a quinta convocação de Rodrigo Caio para o selecionado principal do time nacional. Antes, o são-paulino fora convocado para o amistoso contra o Panamá e a Copa América; para jogos contra Equador e Colômbia pelas Eliminatórias da Copa do Mundo (sendo nesta vez cortado posteriormente); para os confrontos contra Argentina e Peru, também pelo torneio sul-americano, em 2016; e, por fim, fora chamado para o amistoso contra a Colômbia, em 2017.

“Estou muito feliz, porque isso é fruto do meu trabalho. Me dedico bastante pelo São Paulo e vestir a camisa da seleção novamente é um sonho realizado. Sem os meus companheiros de clube nada disso teria acontecido, e por isso quero retribuir no campo para que a nossa equipe tenha um momento melhor. Quero mostrar o meu trabalho na seleção e fazer um bom papel”, disse o camisa 3, que projetou os confrontos com argentinos e australianos.

“São duas seleções de alto nível. Teremos uma boa experiência para os jogadores mais novos na seleção, com uma convocação diferente das anteriores, e acredito que seja uma oportunidade importante para mostrar o nosso potencial. Momentos assim são únicos e queremos aproveitá-los”, finalizou.