São Paulo F.C



Estadual já começará com marca especial para Bruno

Contratado no início de 2015 e líder de assistências em 2016, lateral completará 100 jogos pelo Tricolor

1435.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Qualquer estreia, independentemente da competição, traz motivação e deixa os atletas ansiosos. Para o lateral-direito Bruno, porém, a primeira rodada do Campeonato Paulista de 2017 será ainda mais especial: quando a bola rolar diante do Grêmio Osasco Audax, no próximo final de semana, o camisa 2 completará 100 jogos pelo clube.

“É uma honra poder vestir a camisa o São Paulo, principalmente com uma sequência de jogos como eu tive. Sem dúvida, atingir a marca de 100 partidas pelo clube é uma grande conquista e fico muito feliz com isso. Assim como os meus companheiros, estou focado na estreia do Campeonato Paulista e pronto para lutar por um resultado positivo. Quem sabe eu não possa celebrar a marca com uma vitória”, afirmou o jogador.

Contratado no início de 2015, após se destacar pelo Fluminense, Bruno é figura constante entre no time titular do Tricolor deste então. Em sua primeira temporada, o ala disputou 52 dos 71 jogos da equipe são-paulina. Já em 2016, o atleta atuou em 45 dos 71 duelos do São Paulo – em 2017, o jogador já esteve em campo duas vezes: diante de River Plate-ARG e Corinthians, pela Florida Cup.

“A avaliação deste período é boa, porque tive um grande aprendizado no dia a dia. Agora, com o Rogério, espero ter um ano diferente e cheio de conquistas, porque temos trabalhado na pré-temporada para fortalecer o time em busca de títulos”, acrescentou Bruno, que evitou escolher um único jogo como o mais especial pelo Tricolor.

“Acredito que todas as partidas são únicas pelo São Paulo, porque dentro de campo tenho muito orgulho em vestir esta camisa. Me sinto em casa aqui, estou muito feliz e quero dar continuidade ao meu trabalho no clube. É uma responsabilidade grande defender esta camisa, e por isso encaro todos os jogos com a mesma seriedade: seja em amistoso, estadual, clássicos ou jogos internacionais. Dou o meu máximo para fazer valer a minha permanência no São Paulo”, disse.

Na última temporada, ao lado de Michel Bastos e Kelvin, além de Paulo Henrique Ganso, o lateral-direito foi o líder de assistências do elenco são-paulino: sete passes certeiros para gols. E em 2017, o jogador espera manter a efetividade no ataque. “Me cobro bastante, porque meu papel é defender e ajudar no ataque. Espero servir mais os meus companheiros e, quem sabe, marcar o meu primeiro gol pelo clube, né? Estou precisando (risos)”, finalizou.