São Paulo F.C



Luiz Araújo celebra confiança de Rogério e evolução

Campeão da Libertadores Sub-20, em 2016, atacante tem crescido profissionalmente e vive boa fase

4931.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Autor de dois gols na vitória de virada sobre o Santos por 3 a 1 na noite da última quarta-feira (15), na Vila Belmiro, o atacante Luiz Araújo foi um dos protagonistas no triunfo que rendeu a trinca do Tricolor na temporada e registrou uma série de marcas. Praticamente um ano após conquistar a inédita Libertadores da América Sub-20, no dia 14 de fevereiro de 2016, o camisa 31 vive o seu melhor momento no time principal após uma temporada de aprendizado.

Além de ter balançado as redes duas vezes no clássico, o jogador já tinha sido decisivo no último final de semana na goleada sobre a Ponte Preta (5 x 2) ao dar duas assistências. “Estou muito feliz por ter feiro os gols, quebrar o tabu na Vila Belmiro e viver esta boa fase. Tive um ano de muito aprendizado desde a conquista da Libertadores Sub-20, em 2016, e felizmente as coisas estão acontecendo positivamente na minha vida”, avaliou o atleta, que emendou.

“O primeiro ano no profissional foi de aprendizado para me firmar. Esse segundo ano com o Rogério Ceni vem sendo muito especial pela confiança dele em mim. Ajuda a fazer meu papel dentro de campo com tranquilidade. O São Paulo é a minha casa, onde eu apareci para o futebol. O Rogério pediu para eu ficar no clube e conversou muito comigo”, acrescentou.

Uma das gratas revelações no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, Luiz Araújo iniciou após a disputa do Campeonato Paulista de 2016 a transição da base para o profissional. A programação do clube nesta etapa no seu processo de formação complementou a preparação do jogador, que foi emprestado ao Novorizontino para atuar no estadual do ano passado e não desperdiçou a oportunidade.

No retorno ao clube, foi integrado ao dia a dia do CT da Barra Funda e desde então tem evoluído ainda mais profissionalmente. A crescimento do camisa 31 foi enaltecido pelo técnico Rogério Ceni, que tem dado uma continuidade ao jogador na equipe. “Fico muito contente com o Araújo. Desde que cheguei, no ano passado, acompanho os jogos da base e vejo muito potencial nele”, opinou o comandante, que acrescentou.

“É um velocista nato e que precisa tomar decisões melhores no quarto final de campo, como fez no clássico. E ainda fazendo gols... quando faz gols o jogador se valoriza bastante A tomada de decisão na função que ele joga mostra o valor que tem. É saber fazer na cara do gol. Fico muito feliz por ele ter ficado e melhorado nessa tomada de decisão”, finalizou o treinador são-paulino.