São Paulo F.C



"O São Paulo vai lutar para sair dessa situação"

Maicon resgata espírito da Libertadores para comandar reação da equipe no Campeonato Brasileiro

9849.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Capitão e um dos atletas mais experientes do elenco tricolor, o zagueiro Maicon sabe o quanto é importante reagir imediatamente na temporada para distanciar o clube das últimas colocações do Campeonato Brasileiro. Por isso, com o intuito de conquistar resultados positivos já nas próximas rodadas, o defensor resgatou o espírito do time na disputa da Libertadores da América deste ano.

Com muita entrega e garra, o São Paulo avançou até a semifinal da competição continental  e mostrou a sua identidade e tradição no torneio. “Se perguntar aos torcedores, ninguém esperaria essa situação após a nossa participação na Libertadores. Ninguém pensava isso, porque fizemos uma grande campanha. Nós, jogadores, deixamos acontecer isso no Brasileiro. Por isso temos de trabalhar como fizemos na Libertadores. Não esperávamos essa situação”, afirmou o camisa 27, que completou.

“Ninguém esperava o São Paulo tão bem na Libertadores, nem tão mal no Brasileiro. Tivemos muitos jogos, no Morumbi, dominando e no fim por deslize sofremos a derrota. Temos que trabalhar. Ninguém esperava, nem espera estar nessa situação. Toda coletiva falamos em esperar domingo mudar, mas agora tem de acontecer, se não começa a ficar complicado. Temos de somar para dar uma respirada. E só com vitórias conseguiremos mudar isso. Precisamos somar pontos. Não adianta responder as mesmas perguntas de sempre. Precisamos de vitórias, somar pontos”, avaliou.

Com a missão de se recuperar na competição nacional, o time são-paulino receberá o Figueirense no próximo domingo (11), no Morumbi, às 11h (de Brasília). Com 28 pontos em 23 jogos, o Tricolor ocupa a 14ª colocação e desta forma precisa de um resultado positivo para subir na tabela de classificação.  “O desempenho do São Paulo não tem sido bom dentro e fora de casa, senão não estaríamos vivendo essa situação de hoje. Em casa a obrigação é vencer, mas nem sempre acontece. Tem de dar um gás maior para mudar a situação”, opinou Maicon, que emendou.

“É um concorrente direto do meio da tabela para baixo, infelizmente. É a hora de se fortalecer para dar a volta por cima. Tenho certeza que trabalhando com grupo vamos permanecer na primeira divisão. Não pensamos em rebaixamento. Com um pouco mais de vontade, que não faltou no último jogo. Atitude e o ambiente melhoraram. Você vê os jogadores correndo e batalhando. Temos de manter o ritmo e a atitude. O São Paulo não está acostumado com isso. É um time grande, não merece jogar a segunda divisão. O São Paulo vai lutar para sair dessa situação”, acrescentou.

“No Paulista, no primeiro semestre, tinham os times candidatos a ser campeão e não foram. No Brasileiro também. Nem sempre é como começa, é como termina. Agora estamos numa situação muito delicada, não esperávamos, mas os jogadores estão todos unidos. Os resultados não estão vindo e isso prejudica. Temos de dar um passo de cada vez para sair dessa situação o mais rápido possível”, finalizou.