São Paulo F.C



Calleri e o sonho olímpico

Na pré-lista para Rio 2016, atacante argentino festeja primeira oportunidade de defender o seu país

cjqiw0awkaamenk.jpg

Por AFA / www.afa.org.ar

Artilheiro da Libertadores da América de 2016, com oito gols, e maior goleador do Tricolor na temporada, com 12, o atacante Jonathan Calleri foi relacionado pelo Tata Martino na última terça-feira (24) para integrar a lista com os 35 jogadores que poderão disputar os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro entre os dias 5 e 21 de agosto. E a oportunidade de integrar pela primeira vez uma lista da Seleção Argentina animou o centroavante são-paulino, que não escondeu a sua alegria.

“Estou muito contente por fazer parte desta lista, porque é a primeira vez que sou relacionado para alguma seleção do meu país (base ou principal). Fiquei muito feliz quando recebi a notícia. Acredito que esta chance de poder defender o meu país seja o fruto do meu rendimento no São Paulo e da minha carreira nos últimos anos. Sem dúvida, estes dois fatores pesaram bastante na decisão do treinador para esta convocação”, afirmou o camisa 12, que completou.

“A lista conta com grandes jogadores, e só 18 farão parte da lista final para disputar a Olímpiada. Por isso preciso manter o empenho neste meu trabalho no São Paulo, porque disputam as vagas comigo grandes jogadores, alguns até que atuam na Europa, como Paulo Dybala (Juventus-ITA), Mauro Icardi (Inter de Milão-ITA), Luciano Vietto (Atlético de Madrid-ESP). Apesar de jovens, eles já estão consolidados, e eu preciso lutar para fazer parte da lista final. São 35 nomes relacionados, mas só 18 estarão no Rio de Janeiro. Então vou batalhar bastante para fazer parte disto”, acrescentou.

A pré-lista do comandante argentino também revelou os nomes dos atletas com mais de 23 anos que poderão reforçar a equipe olímpica – vale lembrar que somente três são permitidos acima da idade limite: o goleiro Rulli (Real Sociedad-ESP), e os zagueiros Musacchio (Villarreal-ESP), Funes Mori (Everton-ING), Victor Cuesta (Independiente-ARG) e Maidana (River Plate-ARG). Além de Calleri, apenas o meio-campista Lucas Romero, do Cruzeiro, atua no futebol brasileiro.

Assim como o goleador são-paulino, o versátil Rodrigo Caio também vive a expectativa de disputar a maior competição mundial. Capitão da equipe olímpica, o camisa 3 revelado no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, foi chamado pelo técnico Dunga para defender a Seleção Brasileira principal na Copa América, no mês de junho, e consequentemente já se preparar de olho no grande evento que será realizado no Rio de Janeiro.