São Paulo F.C



Recordar é viver: épico confronto em 2015!

Tricolor e Atlético-MG protagonizaram uma das partidas mais emocionantes do último Campeonato Brasileiro

Se hoje o Tricolor está firme na disputa pelo tetracampeonato da Libertadores da América de 2016, muito disso passa por um épico confronto com o Atlético-MG na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado. Na ocasião, no Morumbi, paulistas e mineiros – agora frente a frente por uma vaga na semifinal do torneio continental - protagonizaram uma das partidas mais emocionantes da competição e balançaram as redes seis vezes – todas na segunda etapa. Em uma virada épica e que fortaleceu o clube na briga por uma vaga no campeonato sul-americano deste ano, o São Paulo levou a melhor e goleou por 4 a 2.

No dia 19 de novembro de 2015, pela 35ª rodada do torneio nacional, os times entraram em campo com o mesmo objetivo: conquistar os três pontos, mas cada um com o seu motivo. Os anfitriões estavam na disputa por uma vaga no G-4, que era acirrada e contava com outros grandes concorrentes, enquanto os visitantes ainda mantinham o sonho de conquistar o título. O primeiro tempo foi disputado, mas o placar não foi alterado. Então, na etapa complementar, uma verdadeira chuva de gols agitou os torcedores nas arquibancadas.

Os atleticanos abriram o placar com Luan aos 11 minutos. Em desvantagem no marcador, o então treinador são-paulino Milton Cruz promoveu as entradas de Rogério e Alan Kardec, que mudaram o panorama do jogo e comandaram a reação tricolor. Kardec fez dois gols, sendo o terceiro após assistência do próprio Rogério, que ainda sofreu o pênalti para o quarto gol, marcado por Luis Fabiano – Michel Bastos também deixou a sua marca: fez um gol de placa, de longe, por cobertura.

A vitória dos mandantes só veio nos instantes finais, quando Kardec e Luis Fabiano bateram a defesa adversária aos 39 e 45 minutos, respectivamente – o Atlético esteve duas vezes em vantagem no placar. Com o heroico resultado, o São Paulo se manteve próximos aos líderes do Brasileirão e mais tarde – com os importantes três pontos conquistados no Cícero Pompeu de Toledo – assegurou a vaga na Libertadores de 2016. Um dos marcantes personagens do confronto, o atacante Rogério guarda com carinho na memória o embate com os mineiros.

“Foi uma partida especial mesmo. Felizmente consegui entrar bem na partida e ajudar os meus companheiros, porque só a vitória nos interessava naquele momento. Nosso time vivia um momento complicado, com altos e baixos, e por isso uma vitória poderia nos devolver a confiança. Foi um jogo diferente, agitado e que com certeza foi importante para ajudar na classificação para a Libertadores”, recorda o camisa 17.

O duelo com os rivais – que se enfrentarão nesta quarta-feira (11), às 21h45 (de Brasília), pela ida das quartas de final da Libertadores – também foi especial para os atacantes Alexandre Pato e Luis Fabiano. Quando a bola rolou, os jogadores atingiram uma significativa marca pelo Tricolor: o camisa 11 completou 100 jogos pelo clube, enquanto o Fabuloso defendeu o São Paulo pela 350ª vez. Ambos receberam as camisas comemorativas e puderam celebrar os feitos com a memorável vitória.

Recordar é viver!