São Paulo F.C



"A equipe está jogando, tentando, querendo o jogo"

Bauza valoriza entrega da equipe são-paulina, que tem batalhado para reagir na temporada

8993.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Mais uma vez, assim como em outros jogos da temporada, o Tricolor teve que se esforçar até os instantes finais da partida para conseguir balançar as redes e conquistar um resultado positivo. Na noite deste sábado (2), no retorno ao Morumbi, o São Paulo teve que lutar até os acréscimos para conseguir derrotar o Oeste por 2 a 1 e encaminhar a sua classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista. E a postura aguerrida da equipe recebeu elogios do técnico Edgardo Bauza, que avaliou o confronto deste final de semana.

“O que me deixa satisfeito é que a equipe está jogando, tentando, querendo o jogo. Falta melhorar a definição. Nas partidas anteriores, tivemos o controle, mas não conseguimos resolver. A equipe controlou toda a partida. No primeiro tempo, não abrimos o jogo de maneira suficiente para quebrar a linha defensiva adversária. A equipe teve duas possibilidades e não fez. No segundo tempo fomos mais profundos, conseguimos chegar ao fundo e por isso criamos chances de gol”, avaliou o treinador, que completou.

“Foi exatamente isso que pedi ao Kelvin pela direita e ao Mena na esquerda. Poderia ter sido uma partida mais tranquila. Se tivéssemos vencido por 3 a 1, todos fariam uma análise diferente. Difícil dizer o que acontece para não fazer gols. Para mim é história. A equipe jogou uma boa partida, tinha de ter ganhado de 3 ou 4 a 0”, opinou.

No confronto deste final de semana, o rival largou na frente ainda no primeiro tempo e vendeu caro a derrota. O volante Hudson, na segunda etapa, deixou tudo igual e abriu o caminho para a importante vitória do Tricolor, que deu um importante passo para garantir a classificação para a próxima fase do estadual: 22 pontos em 14 rodadas, restando apenas uma para o término da fase de grupos. Agora, porém, o São Paulo fará uma pausa no Paulista para retomar a briga na Libertadores. Na próxima terça-feira (5), novamente no Morumbi, o time são-paulino receberá o Trujillanos-VEN.

“Os três jogos que teremos agora serão decisões e será preciso a cabeça forte. A partir de amanhã, vamos fazer observações a recuperações dos jogadores e pensar na melhor formação. Não confio na sorte. Para mim a sorte é algo com o qual não conto, às vezes aparece, às vezes, não. O que me deixa tranquilo é que a equipe tenta, sempre. Cada partida é decisiva, e estamos jogando com a cabeça forte nisso. Tivemos um inconveniente, porque tivemos jogadores machucados. Vamos tentar colocar toda a energia em Trujillanos e São Bento agora”, finalizou.