São Paulo F.C



Toloi se despede e deixa mensagem ao técnico Osorio

Zagueiro, que chegou ao Tricolor em 2012, oficializou nesta quarta-feira a sua transferência par o Atalanta-ITA

0939.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Oficializado como reforço do Atalanta-ITA nesta quarta-feira (26), o zagueiro Rafael Toloi (24 anos) deixa o Tricolor após três anos de clube. Antes de estrear pela sua nova equipe, que terá a disputa do Campeonato Italiano pela frente, o jogador fez questão de agradecer o São Paulo e reforçar que está na torcida pelo time brasileiro mesmo atuando na Europa de agora em diante.

"Estou feliz com esta oportunidade de atuar novamente no futebol europeu, onde já tive a chance de jogar e me senti muito bem. Mas, antes de começar esta nova jornada, quero agradecer de coração aos meus companheiros, diretoria, comissão técnica e torcida do São Paulo, porque sempre me apoiaram", afirmou o defensor, que chegou ao time são-paulino em 2012 após se destacar pelo Goiás e surgir como uma das gratas surpresas da equipe naquele ano.

Sempre muito elogiado pelo técnico Juan Carlos Osorio, Toloi também fez questão de deixar uma mensagem para o treinador colombiano, que nunca escondeu a sua admiração pelo camisa 2. "Em especial, gostaria de deixar aqui um agradecimento ao Osório, que conversou comigo antes de eu ir embora. Fiquei muito feliz com palavras dele. Ele é um excelente técnico, um cara trabalhador e por isso estarei sempre na torcida por ele", revelou.

Com apenas 21 anos de idade, o defensor era considerado uma das apostas para o setor e, demonstrando muita vontade e técnica, logo se firmou no Tricolor ao acertar a sua chegada ao clube. De lá para cá, a vida de Toloi contou com diversos capítulos. Campeão da Copa Sul-Americana de 2012, o zagueiro viveu diversas experiências.

Após deixar Goiânia, o jogador casou, defendeu as cores do São Paulo, teve a oportunidade de atuar na Europa - onde jogou pela Roma-ITA no início de 2014 - e foi pai pela primeira vez: da pequena Maria Raffaela. "O momento que certamente ficou marcado na minha passagem pelo São Paulo foi a conquista da Sul-Americana, em 2012, porque foi um título inédito para a torcida são-paulina", recordou o marcador, que acrescentou.

"Amadureci muito no São Paulo. Hoje, sou pai e tenho minha família. Não sou mais aquele menino que chegou sem experiência, em 2012. Aprendi muitas coisas e tive a oportunidade de trabalhar com grandes profissionais. Vou embora feliz e com a consciência de que quando eu estive em campo, sempre procurei dar o meu melhor. Sempre trabalhei ao máximo para tentar ajudar a equipe. Agora, farei isso com a camisa do Atalanta", finalizou o atleta, que disputou 133 jogos pelo Tricolor. Neste período, foram 65 vitórias, 26 empates, 42 derrotas, seis gols marcados e uma assistência.

Boa sorte, Toloi!