São Paulo F.C



Paulo Miranda: "O São Paulo foi muito importante na minha vida"

Zagueiro, que jogará na Áustria, relembra título sul-americano e presente do M1TO

Paulo_Miranda_007 (23).JPG

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Paulo Miranda não faz mais parte do elenco Tricolor para a temporada 2015, mas o carinho e agradecimento pelo clube serão eternos. Vendido para o Red Bull Salzburg, da Áustria, o zagueiro relembrou seus melhores momentos no São Paulo e lembrou de todos os profissionais e jogadores que o ajudaram no crescimento profissional nos últimos três anos.

Desde a estreia com a camisa Tricolor, em 2 de fevereiro de 2012, diante do Guarani, foram 138 jogos, marcando cinco gols. Neste ano, até ser negociado, o zagueiro esteve em campo por 11 vezes, com dois tentos marcados.

"O São Paulo foi muito importante na minha vida, profissionalmente e pessoalmente, agregando muitas coisas boas. Foram muitos aprendizados, além de poder atuar ao lado de grandes jogadores. Para mim, foi um sonho realizado. Um prazer ter vestido a camisa do São Paulo e ter sido campeão", lembrou.

O título que Paulo Miranda se refere é o da Sul-Americana, em dezembro de 2012, diante do Tigres. Da campanha vitoriosa, o então camisa 13 esteve em campo em 8 dos 10 jogos do campeonato e a zaga foi vazada apenas duas vezes, ganhando destaque internacional.

Outro momento que não sairá da memória do defensor foi um presente que recebeu das mãos do M1TO. Em 20 de fevereiro de 2014, Paulo Miranda completou 100 jogos pelo São Paulo, diante do São Bernardo.

O jogador ganhou de Rogério Ceni uma camisa autografada por todos os atletas, como presente pela marca. O goleiro e capitão do time fez uma dedicatória ao zagueiro, que não escondeu a sua alegria pela homenagem do elenco são-paulino.

"Além do titulo, a melhor lembrança que tenho foi quando completei 100 jogos pelo São Paulo. O M1TO pegou a camisa dele no vestiário e foi passando por cada jogador para que assinassem para mim. Por fim, fez uma dedicatória e me entregou. Isso não tem preço", contou.

Por fim, Paulo Miranda fez questão de agradecer todos da comissão técnica, os profissionais do REFFIS, funcionários do São Paulo e os jogadores que fizeram parte de sua trajetória no Tricolor. "Todos foram muito importantes nesses anos da minha vida. Obrigado", despediu-se.