São Paulo F.C



'De peito aberto'

Kardec festeja atuação goleadora neste domingo (29), no Morumbi, e vibra com retorno da boa fase

9804.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

O duelo entre São Paulo e Linense na tarde deste domingo (29), no Morumbi, seguia sem gols até que o técnico Muricy Ramalho resolveu apostar na entrada do atacante Alan Kardec, que herdou a vaga de Alexandre Pato no intervalo do confronto válido pela 13ª rodada do Campeonato Paulista de 2015. E, com muita eficiência e categoria, o centroavante foi decisivo para comandar a importante vitória são-paulina neste final de semana.

A entrada do camisa 14 logo resultou no primeiro gol da partida. Aos 7 minutos, Kardec sofreu falta na meia-lua. E Rogério atravessou o gramado para bater. O M1TO converteu com categoria, sem chance para o arqueiro do Linense, no ângulo esquerdo! Golaço e muita comemoração dos torcedores e atletas são-paulinos!

A pressão dos comandados de Muricy, então, garantiu que a torcida pudesse festejar de novo aos 30 minutos. Thiago Mendes avançou pela direita e tocou para trás, no pé de Alan Kardec, que bateu para fazer o segundo gol do São Paulo na partida: 2 a 0.

A reação do Tricolor no segundo tempo ainda reservou mais um capítulo curioso para Kardec. De peito, aos 42 minutos, assim como já havia marcado no triunfo sobre a Ponte Preta (2 x 1), o centroavante balançou as redes e fechou o placar no chuvoso Morumbi: 3 a 0 e o início da reação na temporada!

"Para marcar um gol de peito depende muito da situação. Foi uma jogada bem trabalhada. Contra a Ponte Preta, o goleiro já tinha passado da bola. Então, tive o trabalho de empurrar para o gol. E hoje, felizmente, contei com mais um belo cruzamento do Ewandro (também deu a assistência em Campinas) para marcar. A margem de erro tem que ser zero para poder arriscar neste tipo de lance. Por isso, foi tranquilo", afirmou o camisa 14, que agora detém sete gols em 2015 e está confiante novamente para seguir ajudando o Tricolor.

"Estou muito feliz com os gols e pronto para ajudar os meus companheiros. Os gols saíram no momento certo para ajudar a equipe. Mas sei que tenho que continuar trabalhando firme para aproveitar as oportunidades e fazer o meu trabalho", finalizou o goleador deste final de semana, que deixou o Morumbi aplaudido pela torcida são-paulina.