São Paulo F.C



Na bronca com o gramado

Campo irregular prejudicou o duelo entre São Paulo e Rio Claro, que terminou sem gols

6438.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Assim que a bola parou de rolar neste domingo (1º de março), no Estádio Dr. Augusto Schmidt Filho, as declarações dos atletas são-paulinos após o empate sem gols com o Rio Claro foram unanimes: o forte calor no interior paulista e o gramado irregular 'seguraram' o duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Paulista de 2015.

"O calor atrapalhou muito, o gramado também estava muito ruim. Isso dificultou para o nosso time, que é muito técnico e gosta de tocar a bola", afirmou o versátil Michel Bastos, um dos jogadores mais acionados no confronto, que teve a opinião compartilhada pelos companheiros.

"Hoje, infelizmente, a gente não conseguiu fazer gol. Estava muito calor, o campo não facilitava jogar pelo chão também. Eles estavam fechando a marcação. A gente tinha que ter tentado explorar os cruzamentos, mas não foi possível. Agora, vamos trabalhar para corrigir os erros", avaliou o centroavante Alexandre Pato.

Mesmo com mais posse de bola, torcedores nas arquibancadas e ofensividade no segundo tempo, o Tricolor não conseguiu balançar as redes. O resultado, no entanto, garantiu a invencibilidade do São Paulo no Campeonato Paulista de 2015 e assegurou a liderança do Grupo A, agora com 17 pontos após sete rodadas.

"Não perdemos o jogo. Foi difícil, porque o Rio Claro se defendeu bem. Enfrentamos dificuldades com o campo, mas não serve como desculpa. Tivemos mais posse de bola, conseguimos trocar passes, mas não conseguimos agredir a equipe deles. Agora, vamos levantar a cabeça, porque temos que continuar trabalhando", opinou o centroavante Alan Kardec.