São Paulo F.C



"Me seduziu o clube, que é muito grande"

Centurión é apresentado, recebe a camisa 20 e já projeta estreia pelo Tricolor

Após muita expectativa, o meia-atacante Centurión (ex-Racing-ARG) foi apresentado oficialmente na manhã desta terça-feira (3) e pela primeira vez atendeu à imprensa brasileira como atleta do Tricolor. O argentino, que assinou contrato válido pelas próximas quatro temporadas, recebeu as boas-vindas do Presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e já projetou a sua estreia pelo novo clube.

Com a presença dos vice-presidentes, diretores do clube e dezenas de jornalistas na coletiva de imprensa realizada no Centro de Treinamento da Barra Funda, cinco sócios torcedores - como parte da ação de marketing - tiveram a oportunidade de recepcionar o novo camisa 20, que foi presenteado pelos torcedores e após o contato com os repórteres 'bateu uma bola' com os torcedores em um dos campos da casa de treinos do time são-paulino.

Antes de falar pela primeira vez como reforço do Tricolor, Centurión foi elogiado pelo presidente são-paulino, que também explicou como foi conduzida a negociação com o argentino. "Os números de sócio-torcedor falam por si. A campanha de 2014 e as contratações motivaram o torcedor. E o Centurión só está aqui por conta de uma pessoa: Vinicius Pinoti", afirmou o dirigente tricolor, que completou.

"É um jovem empresário brasileiro que espontaneamente disponibilizou recursos para a contratação. Como apaixonado pelo São Paulo, ele nos procurou, ofereceu, nós aceitamos e se não fosse por isso não teríamos como pagar. A vinda do Centuríon traz uma expectativa de ter um estrangeiro atuando na Libertadores. É importante alguém 'hablar'. Ele é aguerrido, lutador, vibrante, que deu título ao Racing... Nem sempre fazer gols e dar passes é tão importante quanto a participação. Vejo essa importância dele", acrescentou.

Após se destacar pelo clube argentino, o jogador despertou o interesse da equipe são-paulina. "Não foi a parte financeira. Me seduziu o clube, que é muito grande. Tem a Libertadores, gostei muito do clube e vou me adaptar rapidamente. O São Paulo é um clube muito grande, pode tentar ganhar outra Libertadores e outro Mundial", revelou o novo camisa 20.

Revelado nas categorias de base do Racing, o meia-atacante também acumula passagem pela Europa. Na temporada 2013/14, o atleta foi emprestado ao Genoa, da Itália. No entanto, foi no seu retorno ao futebol sul-americano que Centurión viveu um dos momentos mais marcantes de sua carreira até aqui.

O atleta foi o herói do título nacional do Racing em 2014, que não erguia o troféu do Campeonato Argentino há 13 anos. "Sou um jogador provocador dentro de campo. É o meu jogo característico. Estou muito feliz de estar aqui. Cada um que chega no clube sabe o que tem que fazer. Eu começo uma nova fase aqui, e vou fazer o melhor para esse grande clube. Espero que seja uma vitoriosa temporada", vislumbrou o armador, que já vive a expectativa de estrear pelo Tricolor.

"Estou bem fisicamente, fiz uma pré-temporada muito boa com o Racing. Sei que o Campeonato Paulista é competitivo, mas estou preparado. São Paulo é uma cidade muito grande e, por isso, quero ficar perto do clube. A língua portuguesa não é muito complicada, e creio que em três meses vou falar bem. Estou aqui para aprender e crescer", finalizou.