São Paulo F.C



Sócios Torcedores participam das homenagens para o Fabuloso

Sócios estiveram no CT da Barra Funda e puderam acompanhar de perto a despedida de Luis Fabiano

14 Sócios Torcedores puderam viver uma experiência emocionante na manhã desta sexta-feira (4), no Centro de Treinamento da Barra Funda. Além de assistirem as atividades comandadas por Milton Cruz, acompanharam as homenagens feitas para Luis Fabiano e ainda tiveram oportunidade de participar da coletiva, tendo as perguntas respondidas por Fabuloso.

Após concurso cultural feito pelo programa Sócio Torcedor, foram selecionados 15 torcedores (um não pode comparecer) para prestigiar a despedida de Luis Fabiano. O camisa 9 Tricolor assistiu vídeos, com a presença de jogadores são-paulinos de outras épocas, como Kaká, França, Reinaldo e Lucas, além da esposa e filhas, funcionários do clube e do amigo Daniel Alves, do Barcelona. Outro vídeo mostrou frases marcantes do Fabuloso desde sua primeira passagem, em 2001, e gols que se eternizaram na história do São Paulo.

Em seguida, a socia-torcedora Nayara Rodrigues Bonini foi a escolhida para entregar uma camisa do ST para Fabuloso e um quadro feito pelo renomado designer gráfico Glauco Diógenes.

Os Sócios Torcedores Antônio Ferraz, Daniel de Carvalho e Diego Santana tiveram a oportunidade de agradecer aos serviços prestados por Fabuloso e perguntar sobre a possibilidade de encerrar a carreira no Tricolor, se Luis Fabiano se sente realizado com a trajetória que fez no clube e qual o momento mais marcante vivido no São Paulo.

Luis respondeu aos três torcedores e ficou emocionado com o carinho. "O momento é do São Paulo buscar novos projetos, mas espero não me desligar do clube. Se tivesse a possibilidade de ainda vestir a camisa, se for da vontade de algum dirigente, nunca vou negar vestir essa camisa. Sempre que houver a possibilidade, estarei disponível para vestir esse manto sagrado", disse.

"Gostaria de ter conquistado algumas coisas, mas não me arrependo de nada. Saio de cabeça erguida. Sempre vesti a camisa de forma honesta e leal. Às vezes as coisas não saem da forma como a gente espera e quer. O amor que tenho por esse time é verdadeiro. Saio feliz por ter jogado no time que eu amo", contou, mostrando-se torcedor, tanto quanto eles, e dizendo que os momentos mais marcantes de sua carreira aconteceram com o Morumbi lotado, no dia de sua apresentação.

Por fim, os torcedores puderam tirar fotos, ter camisas autografadas e abraçar o ídolo são-paulino.