São Paulo F.C



Muricy lamenta ausências, mas vê time mais veloz

Na estreia do Paulistão, Tricolor não poderá contar com Souza e Ganso; Thiago Mendes e Maicon são os substitutos

DSC_0238.JPG

Por Site Oficial / saopaulofc.net

Com dores na perna direita após a pancada que recebeu na canela durante a disputa do Torneio Super Series, Souza não poderá defender o Tricolor na rodada de abertura do Campeonato Paulista de 2015. Assim como o camisa 5, o meia Paulo Henrique Ganso também está fora do duelo contra a Penapolense no próximo domingo (1º de fevereiro). Sem poder contar com a dupla, o técnico Muricy Ramalho apostou em Thiago Mendes e Maicon, que foram elogiados pelo comandante.

"O Maicon tem boas chegadas pelo lado do campo. Já o Thiago chega com muita facilidade para o gol, porque é muito ativo na frente. Infiltração. Isso ele faz muito bem e temos que ir para cima. Com eles, o time fica um pouco mais veloz e ganhamos na pegada. Acredito que teremos mais velocidade, principalmente chegando pelas laterais do campo. Além disso, a saída de bola do Maicon é boa, porque ele é mais um meia", avaliou.

Na manhã desta sexta-feira (30), no penúltimo dia de exercícios antes da rodada de abertura do maior torneio estadual do futebol brasileiro, o treinador definiu a escalação do time: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Maicon, Thiago Mendes e Michel Bastos; Alan Kardec e Luis Fabiano.

"Temos uma maneira definida de jogar. É claro que Denilson e Souza têm mais entrosamento. E perdemos o passe do Ganso também, perdemos no jogar bem o futebol, porque ele é muito inteligente com as enfiadas de bola. Mas, teremos velocidade e isso será importante", acrescentou Muricy durante a coletiva de imprensa.

De acordo com o treinador, o proveitoso e intenso período de pré-temporada será um importante aliado do Tricolor nas primeiras rodadas do Estadual. "Estamos muito focados no que diz respeito a parte física. Tivemos uma pré-temporada maior e isso foi bom. Tivemos que fazer alguns jogos que não eram tão bons como partida mesmo, mas era uma preparação", opinou o técnico, que completou.

"Alguns jogadores sentiram um pouco e não vão jogar esse primeiro jogo. Aos poucos eles vão entrando no ritmo", finalizou. Vale lembrar que o Maestro, que no primeiro compromisso do ano deu uma assistência - triunfo sobre o Vasco (2 x 1), em Manaus -, treinou com os preparadores físicos nesta manhã e fará fortalecimento muscular nos próximos dias até ficar novamente à disposição do comandante.