São Paulo F.C



Campeão da Sul-Americana em 2012, Osvaldo é negociado com o Al-Ahli

Na torcida pela conquista da Libertadores, atacante defenderá clube da Arábia Saudita

045.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Campeão da Copa Sul-Americana de 2012, logo no seu primeiro ano no clube, o atacante Osvaldo acertou neste final de semana a sua saída do Tricolor. Após três temporadas defendendo a equipe são-paulina, o camisa 17 jogará agora o Al-Ahli, da Arábia Saudita, que comprou o jogador cujo contrato com o clube brasileiro se encerraria no final de 2015.

"Só posso agradecer ao São Paulo por abrir as portas para mim. Foi o meu primeiro clube grande na carreira e, logo no ano da minha chegada, pude conquistar a Sul-Americana. Depois, em 2013, fui convocado para a Seleção Brasileira. Então, por tudo isso e o carinho da torcida, só posso agradecer. Estarei sempre acompanhando a equipe. Foram três anos especiais, com amadurecimento profissional e pessoal, que certamente levarei para o resto da minha vida. Quem sabe um dia, afinal sabemos como é o futebol, eu possa voltar. Ficarei sempre na torcida pelo clube", afirma.

Sempre explorando as jogadas pelas beiradas do campo e abusando das rápidas investidas, Osvaldo deixou 14 vezes os companheiros em condições de marcar na temporada 2014 e, assim, foi o maior assistente do time na temporada passada - seguido pelo Maestro Paulo Henrique Ganso, que deu 12 passes para gols. No atual elenco do São Paulo, aliás, ninguém deu tantas assistências como Osvaldo nos últimos anos. No clube desde 2012, o atacante deu 31 assistências. Foram seis em 2012 e 11 em 2013, além das 14 no ano passado.

"Três anos após a minha chegada, saio com mais experiência, bagagem e maduro. Vivi coisas aqui que são difíceis de descrever. Espero continuar crescendo na carreira, porque o São Paulo foi o responsável por boa parte do meu aprendizado. O melhor momento na minha passagem pelo clube foi, sem dúvida, a final da Sul-Americana (2 x 0 sobre o Tigre-ARG, no Morumbi). Marquei um dos gols e consegui ajudar a equipe, que buscava um título nos últimos anos. Foi marcante e inesquecível ver a festa da torcida", recorda.

Alternativa para o sistema ofensivo da equipe, Osvaldo foi titular em 37 jogos em 2014 e entrou no decorrer de 26 partidas. Além de servir com eficiência os companheiros, o camisa 17 ainda balançou as redes quatro vezes e ajudou o Tricolor com as suas velozes arrancadas pelas pontas.

Ao todo, o atleta defendeu o time são-paulino em 161 jogos e marcou 20 gols. "Vivi bons momentos no São Paulo. E isso ficará marcado na minha carreira. Espero que o clube conquiste a Libertadores, porque sei que o torcedor já está com saudade deste troféu. Mesmo de longe, ficarei na torcida pela quarta conquista da competição. Deixei amigos aqui e tenho certeza de que eles têm condições para conquistar este título", finalizou.