São Paulo F.C



"A cabeça estava aqui, mas temos de pensar na frente"

Para preservar o elenco de desgastes físicos com a maratona de jogos, Muricy justificou a escalação no duelo contra o Criciúma

3174.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

"Acontece que estamos com dificuldades com jogadores suspensos e machucados. A cabeça estava aqui, mas é preciso ser inteligente e pensar na frente. Se estivéssemos com todos os jogadores, teríamos mais facilidades". A frase do técnico Muricy Ramalho, durante a coletiva de imprensa, justifica a escalação do Tricolor no duelo contra o Criciúma (2 x 1), na noite desta quinta-feira (28).

Preservados pela comissão técnica, Rafael Toloi, Paulo Henrique Ganso e Kaká não viajaram com a delegação para o sul. Além deles, o atacante Osvaldo, que levou uma pancada no joelho, foi vetado pelo departamento médico. Já Luis Fabiano e Antonio Carlos seguem em recuperação de lesões musculares e também não viajaram para Santa Catarina.

Dessa forma, escalando pela primeira vez o polivalente Michel Bastos como titular, o técnico Muricy Ramalho montou o time são-paulino com Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Edson Silva e Alvaro Pereira; Hudson, Souza, Maicon e Michel Bastos; Ademilson e Alexandre Pato.

"Estamos com dificuldades em algumas posições. No ataque, o Osvaldo está machucado, o Luis Fabiano está machucado e o Ademilson vai para a seleção sub-20. Não poderia escalar o Kardec porque seria um risco muito grande", afirmou o comandante, que lamentou o revés no Estádio Heriberto Hülse, válido pela rodada de abertura da segunda fase da Copa Sul-Americana de 2014.

"Poderíamos ter levado um empate daqui, foi um jogo muito parecido. No geral, não foi uma boa partida", acrescentou. Com gols de Silvinho e Lucca, os catarinenses largaram na frente. No entanto, o tento marcado por Alexandre Pato manteve o time são-paulino com esperança de conseguir a vaga, já que uma vitória simples por 1 a 0, na volta, garante a classificação ao time paulista.

Neste final de semana, novamente em Santa Catarina, o Tricolor entrará em campo. Desta vez, porém, a equipe medirá forças contra o Figueirense pelo Campeonato Brasileiro de 2014. Segundo colocado na competição nacional, os paulistas tentarão encostar no líder Cruzeiro. No entanto, Muricy alertou o time sobre os perigos dos catarinenses.

"É um bom time, sempre joga bem em casa e está num bom momento. Será um bom jogo", avaliou o técnico, que poderá contar com as voltas de Kaká e Rafael Toloi. "Eles eram os que mais preocupavam, mas já estão bem. Vão jogar", finalizou.